Novos voos

Kátia Abreu vai à Infraero solicitar sistema de pouso para aeroporto de Araguaína

O aeroporto precisa do equipamento ILS (Sistema de Aterrissagem por Instrumentos).

Por Redação 843
Comentários (0)

15/05/2019 09h06 - Atualizado há 1 mês
Aeroporto de Araguaína precisa de um equipamento para pousos

Uma comitiva formada por empresários e diretores da Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara) se reuniu com a senadora Kátia Abreu e o deputado federal Tiago Dimas para tratar sobre o aeroporto de Araguaína.

Na oportunidade, os diretores entregaram à senadora um ofício para que a parlamentar interceda junto à administração do aeroporto de Brasília para disponibilizar temporariamente o equipamento ILS (Sistema de Aterrissagem por Instrumentos) até que um novo seja adquirido pelo poder público municipal.

“A luta para a reforma do aeroporto de Araguaína é antiga. Já promovemos várias reuniões com empresários e autoridades políticas para viabilizarmos uma solução. A cidade sofre por causa da falta de opções de voos para grandes centros do Brasil”, explica o presidente Dearley Kuhn.

Atualmente, apenas a Passaredo opera regularmente no aeroporto com dois voos diários na rota Araguaína – Palmas – Goiânia – Ribeirão Preto – Guarulhos.

A senadora Kátia Abreu destacou que um aeroporto estruturado é fundamental para otimizar a logística da cidade.

“Uma grande cidade como Araguaína sem o aeroporto aquecido pode travar a economia. Uma cidade empreendedora precisa ter um bom aeroporto. Vou checar junto à Infraero e as companhias aéreas para verificar os problemas do aeroporto. A bancada tocantinense está pronta para ajudar. Eu estarei imbuída para fazer com que o aeroporto seja de intensa movimentação”, disse a senadora.

ILS

O equipamento vai permitir a operação de voos em condições climáticas adversas, como em chuvas e temporais, e o pouso de aeronaves maiores. Atualmente, o aeroporto de Araguaína opera apenas visualmente. O aeroporto de Carolina (MA), cidade com cerca de 24 mil habitantes, já conta com esse equipamento.

O ILS custa cerca de R$ 2 milhões, mas até o momento não foi comprado, apesar do recurso ter sido autorizado pelo Ministério dos Transportes em dezembro de 2017. Além da implantação do equipamento ILS, a reforma do aeroporto prevê melhorias na pista, pátio de aeronaves, ampliação do terminal de passageiros, estacionamento para veículos, entre outros benefícios.

Movimento

Em 2015, três companhias aéreas chegaram a operar no aeroporto da cidade. A falta desse equipamento que auxilia os pousos é o principal motivo que atrapalha a vinda de novas companhias. A Azul Linhas Aéreas já anunciou que tem interesse em retornar a Araguaína, mas somente após a implantação do ILS.

O aeroporto de Araguaína vem registrando queda no número de passageiros ao longo dos anos. De acordo com dados da Secretaria Nacional de Aviação Civil, em 2015, o aeroporto registrou o movimento de 88.225 passageiros, já em 2016 foram 47.468 passageiros; em 2017 foram 33.265 e em 2018 foram 33.259.

EPOCA Fórum

Outra solicitação à senadora foi apoio para a realização de mais uma edição da EPOCA Fórum, evento que promove um ciclo de palestras com profissionais de referência nacional para compartilhar novos conhecimentos de economia e mercado com os empresários da cidade.

“A senadora também sinalizou positivamente para este apoio e já estamos em conversa com o Sebrae para iniciar o planejamento”, pontua a diretora executiva da ACIARA, Antônia Lopes Gonçalves.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.