Gratuito

Escola de Artes abre inscrições para 1.000 vagas e vai priorizar alunos de baixa renda

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

10/01/2018 11h30 - Atualizado há 1 mês
A partir desta quarta-feira (10), até o dia 19 de janeiro, estarão abertas as inscrições para aulas na Reciclarte – Escola de Artes de Araguaína Raimundo Paulino. São ofertadas 1.000 vagas para aqueles que queiram desenvolver a arte e o talento na cidade. Os inscritos passarão por uma avaliação e as atividades serão realizadas nos três turnos, com início no mês de março. As inscrições e aulas são gratuitas. Das mil vagas oferecidas, 600 serão destinadas a pessoas que tenham baixa renda, alunos matriculados na rede municipal de ensino, além de catadores e seus filhos. As outras 400 vagas serão para pessoas que tenham talento nas artes, como dança, música, teatro, artes visuais e artesanato. Para realizar a inscrição, os interessados devem comparecer à sede da Escola de Artes, localizada na Rua Sabiá, s/n, no Setor Maracanã, portando os documentos pessoais. CRITÉRIOS O processo de avaliação dos inscritos acontecerá mediante a inscrição do candidato e serão observados os critérios de análises socioeconômica e artística. Após a identificação da vocação do aluno, serão formadas as turmas, de acordo com os talentos expressados nas análises. Mais informações sobre inscrições e critérios de seleção para a Escola de Artes podem ser obtidas pelos telefones 3413-1295 e 99948-8883. IDENTIFICANDO A ARTE Um dos objetivos da escola, única unidade pública desta modalidade no Estado do Tocantins, é incentivar a buscar o gosto das pessoas pela arte. Além disso, a escola busca que os alunos possam compreender e saber identificar a arte como fato histórico contextualizado nas diversas culturas, conhecendo, respeitando e podendo observar as produções artísticas, como patrimônio cultural e universo natural, identificando a existência de diferenças nos padrões artísticos e estéticos. “Os alunos da Escola de Arte terão a oportunidade de interagir com materiais, instrumentos e procedimentos variados em artes visuais, dança, música e teatro, experimentando-os e conhecendo-os para utilizá-los nos trabalhos pessoais”, destacou o secretário da Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Jocirley de Oliveira. Ainda segundo o secretário, na escola o aluno poderá adquirir uma atitude de busca pessoal e coletiva, articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fruir produções artísticas que refletirão para o resto de suas vidas. NOVAS OPORTUNIDADES Outro objetivo da escola é dar oportunidade para que as crianças, jovens e adultos utilizem a arte como interação social e capacitação, afastando-os de atividades ilícitas como o uso de drogas e vandalismo. “Estamos plantando frutos para colher uma sociedade melhor nos próximos anos, com pessoas mais conscientes e que tiveram oportunidade para desenvolverem suas habilidades e talentos”, finalizou Oliveira. ESTRUTURA A Escola de Artes de Araguaína conta com quatro salas para o desenvolvimento das atividades administrativas e pedagógicas, oferecendo instrumentos, equipamentos, materiais didáticos e professores qualificados. O prédio conta ainda com um galpão, banheiros, área de lazer, jardim e cozinha. (Abdon Barbosa)

Comentários (0)

Mais Notícias

Buteco do Gustavo Lima

“Buteco do Gusttavo lima” será realizado no mês de dezembro, em Palmas.

Os ingressos com preços promocionais de lançamento estão sendo oferecidos ao público até o dia 22 de outubro nos pontos de venda oficiais em Palmas, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional e no site ticket premium.

FORA DO AR

YouTube fica fora do ar por mais de 1h no mundo inteiro na noite desta terça

Site de vídeos apresentou erros, assim como os aplicativos para smart TVs e smartphones

Em 2019

Após AnaVitória, gêmeas Maiara e Maraísa vão estrear comédia no cinema

A dupla que cresceu em Araguaína aguarda apenas um ajuste na agenda para marcar presença no longa.

Saúde Mental

Não chame de ansiedade: 8 exemplos de como banalizamos as doenças mentais

Frequentemente utilizamos na linguagem cotidiana termos sobre transtornos que incapacitam. Às vezes, levam ao desrespeito dos direitos das pessoas afetadas por essas doenças

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.