Júri condena idoso que matou a ex-mulher em Araguaína após casamento de 49 anos

Agnaldo Araujo - | - 934 views
Foto: Divulgação
O idoso foi socorrido e atendido no Hospital Regional de Araguaína

Márcia Costa//AF Notícias

O idoso Raimundo Ferreira de Oliveira, de 68 anos, foi condenado a 12 anos de prisão em regime inicial fechado pelo assassinato da ex-mulher após o fim do casamento que durou 49 anos. O julgamento ocorreu nessa segunda-feira (19) pelo júri popular, em Araguaína.

O crime aconteceu no dia 25 de janeiro de 2017. O idoso estava separado de Raimunda Ferreira de Oliveira há dois meses. Vizinhos relataram que os dois viveram juntos por quase 50 anos e tiveram 5 filhos.

Raimundo estava tentando reatar o casamento. No dia do crime, ele foi à casa da sua ex-mulher e, após uma discussão, efetuou cerca de dois tiros contra Raimunda, que morreu na hora. Em seguida, o idoso tentou suicídio, mas não obteve êxito. O homem foi socorrido e encaminhado ao hospital.

VEJA MAIS…

Idoso mata ex-mulher a tiros e tenta suicídio após fim de casamento que durou 49 anos

Comentários pelo Facebook: