Sobral – 300×100
Seet

Lázaro Botelho declara apoio ao impeachment de Dilma e aponta “série de desacertos” no governo

Redação AF -
Foto: Divulgação
Lázaro Botelho declara apoio ao impeachment

O processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) ganhou mais um voto favorável nesta quarta-feira (13/04) da bancada federal do Tocantins no Congresso Nacional, em Brasília (DF). O deputado federal de Araguaína, Lázaro Botelho (PP), declarou apoio ao processo de cassação da presidente.

Agora o placar no Tocantins está 6 a 2, sendo contrários apenas Irajá Abreu (PSD) e Vicentinho Junior (PR). São favoráveis César Halum (PRB), Josi Nunes (PMDB), Dulce Miranda (PMDB), Carlos Gaguim, Professora Dorinha (DEM) e agora Lázaro Botelho.

Botelho falou ao AF Notícias que “são vários os problemas” na gestão da petista, além das “pedaladas, a desordem política no país e uma série de desacertos”. “Se não acontecer isso [o impeachment], o Brasil não sairá dessa crise”, afirmou Botelho.

O parlamentar explicou que não estava indeciso, no entanto aguardava uma posição do partido para declarar seu posicionamento.

Após uma reunião na noite de ontem (12/04), o presidente nacional do Partido Progressista, senador Ciro Nogueira (PI), colocou à disposição todos os cargos que o partido tem no governo. Em uma bancada de 47 deputados, 44 compareceram à reunião e apenas nove declararam votar pela continuidade da petista no cargo, quatro se declararam indecisos e os outros 31 já manifestaram apoio ao impeachment de Dilma.

Enterro dos contrários ao impeachment

Nesta terça (12/04), manifestantes percorreram as ruas de Araguaína expondo caixões com as fotos dos parlamentares tocantinenses que são contrários ao impeachment. Ao final fizeram um enterro simbólico da carreira política. Estavam nos caixões os senadores Vicentinho Alves (PR), Kátia Abreu (PMDB) e Donizeti Nogueira (PT) e os deputados federais Irajá Abreu (PSD), Vicentinho Junior (PSD) e Lázaro Botelho (PP), além de Lula e Dilma.

Comentários pelo Facebook: