Sobral – 300×100
Seet

PMDB ficará dividido, mas ‘amarrado’ na candidatura de Valderez por determinação do governador

Redação AF - |
Foto: Edição AF Notícias
Marcelo Miranda e Valderez Castelo Branco

A deputada estadual Valderez Castelo Branco (PP) é a candidata do governo à Prefeitura de Araguaína nas eleições 2016. Isso já foi definido pelo governador Marcelo Miranda, que também “amarrou” o apoio do seu partido, o PMDB.

Porém, segundo uma fonte, o partido “só fica mesmo com Valderez se for amarrado”. Nessa situação, a candidata terá apenas o apoio do partido,quase vazio, com poucos membros.

A Comissão Provisória do PMDB de Araguaína é composta por Jota Patrocínio – presidente da Agência Tocantinense de Regulação (ATR); pelo advogado Israel Vasconcelos – superintendente na área do esporte; pelos vereadores José Ferreira Barros Filho (Ferreirinha) e Geraldo Silva, além do deputado estadual Elenil da Penha. Valderez teria o apoio apenas dos dois primeiros, segundo a fonte.

Ferreirinha é tio do deputado Jorge Frederico (PSC), também pré-candidato a prefeito e totalmente insatisfeito com a escolha de Valderez. Para ele, “Araguaína precisa mais do que obras mal feitas no passado”, referindo-se, indiretamente, aos oitos anos da gestão da ex-prefeita. Não bastasse isso, Ferreirinha já tem uma enorme resistência à deputada por causas de acontecimentos passados. Ferreirinha chegou a ser convidado a assumir a vaga de vice-prefeito na chapa de Dimas.

Já o vereador Geraldo Silva é aliado do prefeito Ronaldo Dimas, ex-secretário municipal de Habitação, e, segundo a fonte, Marcelo Miranda não teria sequer a coragem de pedi-lo para que apoiasse a sua candidata.

Do mesmo modo, o deputado Elenil da Penha. Esse, “dispensa comentários”, segundo a fonte. Foi vereador durante a gestão da ex-prefeita, quando fez oposição firme. Foi também candidato a vice-prefeito de Dimas, na última eleição, mas substituído de última hora devido problemas com a justiça, e tem sido o principal interlocutor do prefeito Dimas junto ao Governo do Estado.  Seu apoio é fato “público e notório”, finalizou a fonte.

Comentários pelo Facebook: