Sobral – 300×100
Seet

Professora ensina matemática de maneira saborosa e divertida com ‘piquenique da fração’

Redação AF -
Fotos: Márcio Vieira
O piquenique da fração visa facilitar o entendimento dos alunos quanto operações matemáticas

Números, sinais, contas, cálculos. O universo da Matemática pode assustar muitos alunos com as inúmeras operações, resultados e mais números. A ação de uma professora da Escola Estadual Jardim Paulista, de Araguaína, no entanto, tem facilitado a compreensão dos alunos com relação à disciplina que faz muitos deles torcerem o nariz.

Por meio de atividades fora da sala de aula, a professora Fabiane Martins atrai a atenção dos estudantes e promove uma verdadeira transformação no ensino da Matemática na escola. Uma dessas atividades é o piquenique da fração, pela qual os alunos da educadora levam alimentos variados (bolos, pães, biscoitos, frutas), os fracionam e, à medida em que os consomem, precisam relacionar as porções e os tipos de frações que estão sendo consumidas.

“À medida em que os alunos vão consumindo os alimentos, eles precisam representar em forma de fração e descrever se é fração própria, fração imprópria, fração aparente. É uma forma divertida de trazer o cotidiano deles para dentro da Matemática”, destacou a professora.

Com as atividades diferentes, Fabiana avalia que o interesse dos alunos na disciplina aumentou e diz já colher bons frutos nas suas aulas. “Quando a gente traz as atividades para fora da sala de aula, eles se dedicam mais, se interessam mais, tiram mais dúvidas. Eu tenho sentido um retorno muito bom dos alunos”, completou.

Além de muito saborosas, pois envolvem quitutes diversos, as aulas também chamam a atenção dos alunos pelo ambiente lúdico e descontraído do pátio da escola. Para eles, as aulas ficaram muito mais atrativas depois que a professora implantou essas atividades.

“É uma coisa nova e muito boa. Além do conhecimento, nós temos amigos, amor, sabedoria e aprendizagem, tudo junto. Isso facilita muito a compreensão das aulas, é muito bom”, disse André Luís da Silva, aluno do 9º ano.

Colega de classe de André Luís, Keliane dos Santos Sousa compartilha com ele a animação com as aulas diferentes da professora Fabiane. Mesmo boa em Matemática, como ela diz, a aluna garante que as aulas fazem aumentar ainda mais o interesse pelo mundo dos números e operações. “É um diferencial que temos na escola. Com essas aulas, a gente pode aprender vivenciando na prática o que é ensinado na sala de aula”, reforçou. (Philipe Bastos)

Comentários pelo Facebook: