Servidores públicos estão com dois meses de salários atrasados em Goiatins

Agnaldo Araujo - - 762 views
Foto: Divulgação

Nielcem Fernandes //AF Notícias

Vários servidores públicos do quadro efetivo do município de Goiatins, no norte do Estado, estão com os salários atrasados. São profissionais que trabalham na educação, setor administrativo, saúde e assistência social. No caso dos contratos temporários, a situação é ainda mais grave, pois o atraso já chega a três meses. Fornecedores de combustíveis e supermercados também estão sem receber.

Os meses em atraso são dezembro de 2017 e janeiro de 2018. O 13º salário em Goiatins é pago na data do aniversário do servidor, mas muitos ainda não receberam o benefício dos meses em questão.

Diante da denúncia, o AF Notícias procurou a administração municipal para esclarecer a situação. O prefeito Antônio Luiz (PR) alegou que a denúncia faz parte de manobras com fins eleitoreiros e também se disse perseguido. “Essa denúncia não passa de perseguição política”, reclamou.

Apesar das alegações do gestor, o secretário de Finanças, Carlos César, admitiu os atrasos, mas justificou alegando que o município está sendo o obrigado a pagar dívidas das gestões anteriores. “Os salários dos contratos estão atrasados dois meses e os efetivos um mês. Só em janeiro nós pagamos cerca de R$ 317 mil de parcelamentos de RPV (Requisição de Pequenos Valores) e INSS de gestões anteriores. Se não pagarmos esses parcelamentos a Receita (Federal) não executa novos repasses”, justificou.

O secretário informou que a folha do município custa em torno de R$ 1,2 milhão. As despesas com contratos somam R$ 200 mil. O gestor da pasta disse ainda que aguarda novos repasses previstos para hoje, 10 de fevereiro, para quitar os débitos com os servidores. “Vamos aguardar o repasse da parcela do dia 10, se entrar dinheiro suficiente nós vamos quitar os atrasados”, disse.

CONSEQUÊNCIAS

Com o atraso dos salários, o comércio da cidade está sentindo os efeitos uma vez que a economia local é abastecida principalmente pelo dinheiro do funcionalismo. “O comércio da cidade está muito fraco. Não temos empresas e nem indústrias. O que gera emprego aqui é a prefeitura. Se a prefeitura não paga os salários não tem comércio. Há um mês e meio que a cidade de Goiatins está nessa situação”, ponderou o denunciante.

OUTROS CASOS

Alguns servidores da prefeitura de Goiatins também tiveram o salário atrasado em agosto e setembro de 2017. Na época, o prefeito Antônio Luiz afirmou que o atraso ocorreu devido ao parcelamento de débitos judiciais.

Ainda em setembro de 2017, o prefeito atrasou o repasse do duodécimo à Câmara Municipal e deixou inclusive os vereadores com salário atrasado.

VEJA MAIS…

Prefeitura de Goiatins atrasa salário dos servidores: ‘não estou nem conseguindo dormir’

Prefeito atrasa repasse à Câmara e deixa vereadores sem receber salário em Goiatins

Prefeito de Goiatins anuncia medidas drásticas para conter gastos; 96 servidores são afastados

Comentários pelo Facebook: