Araguaína

A pedido de Silvinia, Câmara debate criação de núcleo nas escolas para prevenir suicídio e depressão

O encontro ocorrerá nesta terça-feira (27) na Câmara. Várias autoridades estarão presentes.

Por Márcia Costa
Comentários (0)

27/08/2019 11h25 - Atualizado há 1 mês
Vereadora Silvinia do Sintet

A pedido da vereadora Silvinia do Sintet (PT), a Câmara Municipal de Araguaína vai debater nesta terça-feira (27) a necessidade de psicólogos nas unidades escolares do município.

Devem participar da sessão o secretário municipal de Educação, o presidente do Conselho Regional de Psicologia, o coordenador do curso de psicologia da Faculdade Católica Dom Orione e um representante do Centro Universitário Unitpac.

A parlamentar adiantou que está com um projeto para implantar um núcleo dentro das escolas para trabalhar a prevenção de suicídio e outras doenças relacionadas à saúde mental dos educadores e alunos.

“O que me preocupa muito é a questão do suicídio, depressão e automutilação. Como professora que sou, minha bandeira é a educação e estamos com o projeto para discutir com a sociedade e criar um núcleo dentro das escolas. O encontro nesta terça-feira será para pensarmos juntos maneiras de trabalhar e evitar surtos psicóticos, violência na escola e saúde mental. Os professores estão sofrendo com a depressão, eles precisam desse apoio. Precisamos de profissionais saudáveis”, afirmou.

A parlamentar afirmou também que o núcleo terá o objetivo de evitar as doenças por meio de conversa e informação dentro das unidades educacionais, além de atender os estudantes que sofrem por causa dos problemas familiares.

Atendimento em Saúde Mental

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 23 milhões de pessoas necessitavam de algum atendimento em saúde mental em 2010 no Brasil. No Tocantins, o maior número de casos de saúde mental acaba levando à violência autoprovocada, principalmente entre jovens de 15 a 29 anos.

Em estudo realizado pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - Datasus, mostra que 352 pessoas cometeram suicídio no Estado em 2016.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.