DUPLICAÇÃO

Após críticas, Olyntho assina documento que defende os R$ 86,5 milhões para Araguaina

Por Redação AF
Comentários (0)

12/09/2017 18h52 - Atualizado há 1 mês
Após ter dito que a retirada dos R$ 45 milhões da verba destinada à duplicação da TO-222 era para evitar ‘desperdício’, Olyntho Neto (PSDB) volta atrás e assina o documento que pede a votação em separado dos R$ 86,5 milhões para Araguaína. O deputado uniu-se, juntamente com Amália Santana (PT), aos outros sete parlamentares que já haviam se posicionado a favor da verba do município. No total, agora, nove parlamentares já se mostraram favoráveis à permanência da verba em Araguaína. Os deputados que já haviam se manifestado oficialmente são: Elenil da Penha (PMDB), Valderez (PP), Valdemar Júnior (PMDB), Nilton Franco (PMDB), Jorge Frederico (PSC), Amélio Cayres (SD) e Paulo Mourão (PT). ARTICULAÇÃO Entre os motivos que podem ter mudado a opinião de Olyntho, está a grande repercussão que o assunto ganhou na imprensa tocantinense e nas redes sociais. A pressão popular de representantes de Araguaína e do próprio prefeito Ronaldo Dimas (PR), que se reuniu com os deputados e os vereadores araguainenses, também podem ter contribuído para o novo posicionamento do tucano. SESSÃO Insistente, Elenil da Penha (PMDB) mais uma vez defendeu os recursos em seu pronunciamento durante a sessão que vota o destino da verba. O parlamentar debateu e argumentou com os outros deputados durante a sessão que acontece nesta terça-feira (12) visando manter os R$ 86,5 milhões. ões em Araguaína.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.