MDB

Condenado a 13 anos, Marcelo Miranda quer ser presidente do MDB no Tocantins

O deputado Jair Farias também colocou seu nome para concorrer a presidência nas eleições de maio.

Por Nielcem Fernandes 930
Comentários (0)

12/03/2019 17h54 - Atualizado há 1 ano
Jair Farias é aliado da família Miranda com sua candidatura a presidência estará garantida

Os membros do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) no Tocantins se reuniram na tarde desta terça-feira (12) para realizar a prestação de contas do partido na gestão do atual presidente estadual da sigla, Derval de Paiva.

Derval deve se licenciar do cargo e quem irá assumir temporariamente até a eleição no novo presidente é o vice Herbert Barroso Brito, conhecido como 'Buti'.

O ex-governador cassado do Tocantins, Marcelo Miranda, surpreendeu os militantes e se lançou como candidato a presidente. A eleição ocorrerá em maio.

Quem também manifestou oficialmente o desejo de disputar a presidência foi o deputado estadual Jair Farias, representante da região do Bico do Papagaio. O ex-deputado federal Freire Júnior não se manifestou quanto à disputa.

A proximidade entre Jair Farias e a deputada federal Dulce Miranda não é segredo para ninguém. Nos bastidores, como anunciado pelo jornalista Cléber Toledo, acredita-se que esse anúncio faz parte de uma estratégia do grupo do ex-governador para se tornar o próximo presidente estadual do diretório emedebista.

Miranda está condenado em 1ª instância a 13 anos e nove meses de prisão pelos crimes de peculato e dispensa indevida de licitação no escândalo da Oscip Brasil, contratada para gerir os hospitais públicos durante sua gestão. Tanto o ex-governador quanto o MPF recorreram ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). Miranda diz ser inocente no recurso. Já o MPF quer o aumento da pena para mais de 16 anos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.