Olyntho e Issam

Deputados de Araguaína são eleitos para comandar importante comissão da Assembleia

Quatro deputados da cidade são membros da comissão de Finanças.

Por Redação 816
Comentários (0)

11/02/2021 09h37 - Atualizado há 11 meses
Deputados Olyntho Neto e Issam Saado

O deputado estadual araguainense Olyntho (PSDB) foi eleito, nesta quarta-feira (10), o novo presidente da Comissão de Finanças, Tributação, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa do Tocantins.

Na vice-presidência ficou outro parlamentar de Araguaína, o deputado Issam Saado (PV). Os demais membros efetivos são Elenil da Penha (MDB), Eduardo do Dertins (Cidadania) e Amélio Cayres (SD). Os suplentes são Valderez Castelo Branco (PP), Zé Roberto Lula (PT), Nilton Franco (MDB), Ivory de Lira (PCdoB) e Leo Barbosa (SD).

Olyntho agradeceu a confiança dos colegas parlamentares e reforçou que já está trabalhando com um único objetivo: dar andamento aos projetos que tramitam na Comissão "com o melhor que puder fazer".

Olyntho recebeu o voto de todos os membros da comissão. “Irei pautar nossa atuação buscando trabalhar em sintonia com os membros da Comissão, com eficiência e objetividade, focado nos interesses da população e nos desafios que certamente virão”.

Perfil

Olyntho Garcia de Oliveira Neto (PSDB) tem 34 anos e já esteve à frente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, em 2018, na presidência da Frente Parlamentar da Indústria, Comércio e Atração de Investimentos, em 2019.

O que faz a Comissão

A Comissão de Finanças, Tributação e Controle decide se as propostas em tramitação na Assembleia Legislativa têm ou não a devida adequação orçamentária e financeira.

É essa Comissão que analisa os projetos sobre o sistema tributário e financeiro estadual e entidades a elas vinculadas.

Passam por esta importante Comissão, matérias relativas a dívida pública interna e externa e a celebração de convênios. São aprovados ou não nesta Comissão, matéria tributária, financeira e orçamentária.

Cabe também a essa comissão a análise da fixação de remuneração dos deputados estaduais, governador e vice-governador.  E a fiscalização dos programas de Governo, controle de despesas públicas, e exame das contas enviadas pelo Tribunal de Contas, entre outras funções, como prestação de contas do governador.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.