Déficit de policiais

Elenil cobra agilidade na realização do concurso da PM; Comandante prevê 1.030 vagas em 2016

Por Redação AF
Comentários (0)

18/12/2015 14h42 - Atualizado há 2 meses
O deputado estadual Elenil da Penha (PMDB) esteve reunido, na manhã desta sexta-feira, 18, com o comandante-geral da Polícia Militar no Tocantins, coronel Glauber de Oliveira. Durante a reunião, realizada no Quartel do Comando Geral, em Palmas (TO), foram discutidos vários assuntos, entre eles, a situação atual do efetivo, a necessidade de realizar concurso público e a possibilidade de firmar parcerias para a execução de projetos sociais. - “Assim como a Saúde, a Segurança Pública tem sido uma das prioridades do meu mandato. Ao longo do ano, fiz cobranças, propus soluções e, sobretudo, mantive um diálogo construtivo com órgãos e instituições. A PM é uma delas. Sei do comprometimento da corporação e, por isso, quero contribuir com o seu trabalho”, afirmou o parlamentar. Efetivo O comandante-geral explicou a Elenil que a PM tocantinense conta, atualmente, com um efetivo de mais de 4 mil policiais e que, embora o número seja insuficiente para atender a demanda, a corporação tem atuado de forma estratégica para atender os 139 municípios. - “Nós reconhecemos a necessidade de ampliar o efetivo. O estado cresceu e isso exige a recomposição do quadro da Polícia Militar. De todo modo, o trabalho da PM tem dado resultados. Só neste ano, realizamos mais de 5.500 prisões. Deslocamos policiais da área administrativa para reforçar o policiamento nas ruas, promovemos operações, investimentos em capacitação e estamos trabalhando para melhorar as condições de trabalho dos militares”, argumentou o coronel. Concurso Elenil destacou que para reduzir o déficit de PMs é indispensável a realização de um novo concurso e pediu agilidade no lançamento do edital. Em resposta, o comandante-geral informou que a previsão é que o certame aconteça em 2016. Ao todo, devem ser oferecidas 1.000 vagas para soldado e 30 para oficiais. “Nosso objetivo é realizar o concurso o mais rápido possível. Em abril deste ano, a Assembleia Legislativa aprovou e o governador Marcelo Miranda sancionou, a lei que fixa o efetivo em nove mil policiais militares e autoriza a inclusão de novos PMs nas fileiras da corporação. Com a aprovação recente das leis orçamentárias, é apenas uma questão de tempo até que seja lançado o edital do certame”, esclareceu o coronel. Parcerias Elenil se colocou à disposição para futuras parcerias com a Polícia Militar. “Admiro o trabalho da corporação e pretendo apoiá-la em projetos sociais. Nós sabemos que mais importante que combater o crime, é preveni-lo. Iniciativas como o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, o Proerd, desenvolvido pela PM, devem ser estimuladas e fortalecidas com a participação de toda a sociedade”, declarou o deputado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.