Guarda e Quadro Geral

Fraudneis pede convocação imediata dos mais de 500 aprovados no concurso de Araguaína

O concurso foi homologado no final da gestão do ex-prefeito Ronaldo Dimas.

Por Redação 1.317
Comentários (0)

11/01/2021 09h49 - Atualizado há 1 mês
Vereador Fraudneis Fiomare (PSC)

O vereador Fraudneis Fiomare (PSC) protocolou na última terça-feira (5), um ofício solicitando ao prefeito Wagner Rodrigues a convocação imediata dos aprovados no último concurso publico de Araguaína.

De acordo com Fraudneis, no final da legislatura anterior, o Poder Executivo Municipal homologou os concursos públicos para quadro geral e Guarda Municipal. “A homologação dos concursos públicos é uma conquista dos araguainenses, em especial, dos aprovados no processo seletivo”, ressaltou o vereador.

“O edital fixou como prazo de validade, dos referidos concursos públicos, o período de dois anos, mas a convocação precisa ser feita imediatamente porque o provimento do cargo não ocorre em curto espaço de tempo, que inclui convocação, posse e efetivo exercício”, declarou Fraudneis Fiomare.

Fraudneis informa ainda no ofício direcionado a Wagner, que existem cargos efetivos vagos em quantidade suficientes para a convocação de todos os aprovados.

VEJA TAMBÉM

RESULTADO FINAL

O Edital nº 001/2019, de 26 de dezembro de 2019, trouxe o resultado final do concurso. Foram classificados 15 auditores fiscais, 6 fiscais ambientais, 7 fiscais de edificação e posturas, 4 fiscais sanitários, 4 professores com licenciatura Pedagogia ou Letras e especialização em Libras, 12 professores para a zona rural e 272 professores para lecionarem na cidade.

Ainda foram classificados de acordo com o resultado final 26 professores de Educação Física, 57 assistentes administrativos, 4 técnicos em edificações, 34 técnicos em enfermagem, 5 técnicos em segurança e higiene no trabalho, 23 assistentes sociais, 2 biblioteconomistas, 2 cirurgiões-dentistas, 10 contadores, 3 economistas, 40 enfermeiros, 6 farmacêuticos e 5 fisioterapeutas.

Também estão na lista de classificação 16 gestores públicos, 10 técnicos judiciários, 6 nutricionistas, 7 pedagogos, 8 psicólogos, 10 técnicos da informação, 2 terapeutas, 4 arquitetos, 2 engenheiros agrônomos, 3 engenheiros ambientais, 3 engenheiros cartográficos, 10 engenheiros civis, 3 engenheiros de tráfego e transporte, 2 engenheiros eletricistas, 4 engenheiros em Segurança no Trabalho, 2 engenheiros florestais, 45 médicos, 2 médicos em saúde e segurança no trabalho, 2 médicos psiquiatras.

Na lista de pessoas com deficiência, foram 37 classificados: 2 auditores fiscais, 1 fiscal sanitário, 3 professores na zona urbana, 10 técnicos administrativos, 2 técnicos em enfermagem, 1 assistente social, 1 cirurgião dentista, 6 enfermeiros, 2 farmacêuticos, 2 técnicos judiciários, 2 pedagogos, 1 arquiteto e 4 engenheiros civis.

As provas foram aplicadas em março para mais de 32 mil candidatos inscritos. Foram oferecidas, ao todo, 581 vagas com salários de até R$ 4,1 mil.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.