600 vagas

Silvinia propõe que edital do concurso contemple a Lei Orgânica, história e geografia de Araguaína

A maioria dos concursos municipais não aborda questões relacionadas à história da cidade.

Por Márcia Costa 1.018
Comentários (0)

20/11/2019 08h25 - Atualizado há 2 meses

A vereadora Silvinia Pires apresentou na Câmara Municipal um requerimento no qual solicita a inclusão de assuntos relacionados à história e geografia de Araguaína no edital do concurso público para provimento de cargos efetivos, além da legislação municipal, Lei Orgânica e Estatuto dos Servidores do Município de Araguaína (Lei n°1.323/1993).

O requerimento foi aprovado por unanimidade e elogiado pelos demais parlamentares. O concurso público está previsto para 2020 e deve ofertar cerca de 600 vagas.

O projeto de lei que trata da reestruturação de cargos do quadro geral e criação das 40 vagas para a Guarda Municipal está em tramitação na Câmara e, depois de aprovado, seguirá para sanção do prefeito Ronaldo Dimas. 

Silvinia Pires disse que a maioria dos concursos do município exige os mais variados temas, menos a história da cidade.

"Detectamos em alguns concursos a falta de perguntas sobre a história do município. Precisamos dar oportunidade para quem realmente é da cidade. Araguaína tem história e quem participar do concurso precisa conhecer a cidade. Além da legislação, da Lei orgânica, é importante que os concurseiros se atentem a isso, pois quem ganha somos nós com a qualidade no serviço público", afirmou.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.