Palmas

Boatos sobre assalto com refém em ônibus e invasões a escolas deixam moradores em pânico

Informações falsas viralizaram nas redes sociais em Palmas.

Por Redação 1.273
Comentários (0)

23/08/2022 09h22 - Atualizado há 1 ano
PM desmentiu boatos, mas reforçou a segurança no perímetro das escolas

Uma onda de boatos tomou conta das redes sociais na capital tocantinense nesta segunda-feira (22) e deixou a população muito assustada, causando sensação de insegurança. A Polícia Militar precisou divulgar notas de esclarecimento para tranquilizar a sociedade.

Um dos boatos falava sobre possíveis invasões a escolas de Palmas por membros de facções criminosas. "A Polícia Militar informa que não procedem tais afirmações e que se tratam de mensagens com o propósito de causar pânico social", afirmou.

Mesmo assim, equipes da Polícia Militar intensificaram os patrulhamentos nas adjacências das escolas e em diversos bairros da capital, a fim de manter a ordem pública e a paz social.

"A PMTO esclarece ainda que segue vigilante, trabalhando com policiamento estratégico, embasado em levantamentos de incidência criminal na cidade, através de patrulhamentos diários rotineiros e extraordinários, a fim de garantir a segurança do cidadão, prevenir atos criminosos e diminuir ocorrências de violência. Desta forma, a corporação pede apoio à sociedade para não propagar esse tipo de conteúdo e estar sempre atenta às atitudes suspeitas, comunicando à Polícia os casos que coloquem em risco a integridade", afirmou a corporação em nota.

ASSALTO EM ÔNIBUS

No mesmo dia, outras publicações circularam nas redes sociais informando sobre um assalto com refém em um ônibus em Palmas, porém, trata-se de mais uma fakenews.

Conforme a PM, a ocorrência registrada foi de lesão corporal na tarde desta segunda-feira (22), na Avenida Teotônio Segurado. No local, os militares constataram que a autora era uma senhora que se encontrava em surto psicótico, onde, durante o citado surto, retirou uma faca da cintura enquanto ameaçava o motorista e alguns passageiros, causando um ferimento no dedo de um homem.

Diante dos fatos, os militares acionaram o SAMU, que medicaram a mulher e a conduziram para o hospital.

"Desta forma, a corporação pede apoio à sociedade para não propagar esse tipo de conteúdo, ficando sempre atenta às atitudes suspeitas, comunicando ainda à Polícia os casos que coloquem em risco a integridade dos cidadãos", reiterou a PM.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.