Crime em 2008

Condenado por latrocínio praticado há 15 anos em Mato Grosso é preso no sul do Tocantins

Vítima foi levada para o mato e executada com um tiro na cabeça.

Por Redação
Comentários (0)

01/12/2023 16h11 - Atualizado há 2 meses
Homem preso

Um homem de 37 anos foragido da Justiça de Mato Grosso pelo crime de latrocínio foi preso em Gurupi, sul do Tocantins, na manhã desta sexta-feira, 1º de dezembro.

“Após obter informações de que um foragido da Justiça do Mato Grosso pelo crime de latrocínio estaria aqui na cidade, mobilizamos nossas equipes e, contando com apoio da Polícia Civil do Mato Grosso, conseguimos localizar o paradeiro do homem e efetuar a prisão do mesmo”, frisou o delegado tocantinense Joadelson Rodrigues Albuquerque.

O crime

Levantamentos da Polícia Civil do Tocantins apontaram que, no dia 28 de outubro de 2008, às margens da BR-158, nas imediações do município de Ribeirão Cascalheira (MT), o homem e um comparsa mataram Wilson Mendes dos Santos e subtraíram a motocicleta dele.

“Consta nos autos que, no dia dos fatos, [o homem preso em Gurupi] fez sinal para a vítima parar a motocicleta e, quando esta o fez, foi abordada e rendida pelo comparsa, que estava no mato portando uma arma de fogo. Em seguida, Wilson foi levado para o mato e executado com um tiro na cabeça”, disse o delegado Joadelson.

Pelo crime de Ribeirão Cascalheira, o homem foi julgado e condenado a uma pena de 22 anos de reclusão, mas permaneceu foragido até esta sexta-feira, quando foi capturado pela Polícia Civil. 

“Essa é mais uma ação muito exitosa realizada pela Polícia Civil do Tocantins, com apoio da PC-MT, onde um indivíduo de altíssima periculosidade e que responde a vários crimes dolosos e contra o patrimônio foi retirado de circulação e colocado à disposição da Justiça do Mato Grosso, o que sem dúvida, representa mais segurança a toda a população de Gurupi”, pontuou o delegado regional Joadelson.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF Notícias. Todos os direitos reservados.