Fuga frustrada

Detentos ligados ao PCC tentam fugir do Presídio Barra da Grota durante a madrugada

Presos que tentaram fugir ficam no Pavilhão C da prisão.

Por Redação 1.529
Comentários (0)

26/10/2020 08h58 - Atualizado há 1 mês
Utensílios apreendidos com os presos

Cinco detentos do Presídio Barra da Grota, em Araguaína, tentaram fugir da unidade por volta das 01h30 da madrugada de sábado (25). Os presos estavam no pavilhão C, local que fica os integrantes da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Na tentativa de fuga, eles abriram um buraco na parede de uma das celas, mas foram capturados pelos agentes penitenciários já no telhado do pavilhão.

A Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju) informou que os presos usaram facas durante a tentativa de fuga e a parede da cela passará por reparos após isolamento.

No momento da ação dos presos, havia apenas 12 agentes no plantão para cuidar da segurança, escolta, vigilância e custódia de uma população carcerária de 503 presos, segundo a Associação dos Profissionais do Sistema Penitenciário do Tocantins (Prosispen).

A associação disse que os agentes estão trabalhando há quase 4 anos sem receber direitos trabalhistas, como adicional noturno, periculosidade e horas extras. Alguns já recorreram à justiça e obtiveram decisão favorável.

"Apesar de toda falta de suporte material, como armamentos, munições, coletes balísticos e de efetivo de mão de obra qualificada e que se enquadra nos princípios legais, os agentes desta unidade dedicam-se a cumprir rigorosamente a Lei de Execuções Penais e regulamentos vigentes", disse.

Os presos envolvidos na tentativa de fuga foram encaminhados à delegacia da Polícia Civil e vão responder a Processo Administrativo Disciplinar pelo caso.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.