Confronto

DRR de Araguaína faz operação em Goiânia e assaltante morre durante troca de tiros

Uma jovem de 18 anos também foi presa durante operação da Polícia Civil.

Por Redação 969
Comentários (0)

05/02/2021 08h15 - Atualizado há 3 anos
Jovem presa e homem que morreu

A Polícia Civil do Tocantins deflagrou a 5ª fase da operação ‘Hermanos’ em Goiânia (GO), na tarde desta quinta-feira (4), com o objetivo de capturar suspeitos de praticar inúmeros roubos em residências em Araguaína (TO).

De acordo com o delegado Felipe Crivellaro, os suspeitos decidiram praticar novo roubo enquanto a equipe de apoio estava monitorando os alvos em Goiânia na tarde desta quinta, mas o crime foi frustrado por intervenção da Polícia Militar. Durante a ação policial, houve troca de tiros e um dos suspeitos, de 26 anos de idade, morreu no local.

Na mesma ação, os policiais efetuaram a captura de uma jovem de 18 anos, que foi identificada como sendo companheira de um dos 'hermanos' e que estava foragida desde a primeira etapa da investigação, desencadeada ainda no ano de 2020. A jovem, conforme apontaram as investigações, é responsável por cometer roubos em Araguaína na companhia dos hermanos.

Como balanço da operação realizada nesta quinta-feira, o delegado Fellipe Crivellaro ressaltou que os últimos dois hermanos associados seguem foragidos até o presente momento, mas as diligências policiais não vão cessar enquanto não forem capturados e recolhidos ao cárcere. "A justiça será feita para todas as famílias de Araguaína que foram ameaçadas, agredidas e mantidas como reféns enquanto os suspeitos subtraíam seus pertences", disse.

Operação ‘Hermanos’

A operação foi deflagrada inicialmente em meados do ano de 2020 e tem como objetivo desarticular uma associação criminosa formada por três irmãos que se associaram a outras pessoas para cometer, sobretudo, crimes contra o patrimônio em Araguaína.

Perfil violento

Com o aprofundamento das investigações, as equipes descobriram que os integrantes do bando criminoso agem sempre com a utilização de arma se fogo, com extrema violência, ameaças e com restrição de liberdade, pois invadem residências e, enquanto ameaçam e mantém os proprietários e suas famílias como reféns, subtraem todos os pertences de valor que encontram no imóvel.

Etapas

Até o momento, já foram realizadas cinco etapas da operação ‘Hermanos’, as quais resultaram na prisão de integrantes do bando, bem como na recuperação de milhares de reais em bens que haviam sido roubados pela associação criminosa.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.