Perigo

Falsos vendedores aplicam vários golpes através de grupo de WhatsApp e são presos

Os dois presos praticavam estelionato eletrônico no Tocantins e Goiás.

Por Redação 1.415
Comentários (0)

23/10/2021 09h01 - Atualizado há 1 mês
Suspeitos criaram um grupo de vendas no WhatsApp

Dois suspeitos de praticar o crime de estelionato eletrônico foram presos em Porto Nacional, região central do Tocantins, durante ação conjunta realizada por policiais civis do Tocantins e de Goiás nesta sexta-feira (22).

A ação foi deflagrada após a delegacia de polícia de Campos Belos (GO) ter recebido a notícia-crime de que três vítimas teriam sido enganadas por meio de anúncio de venda de eletrodomésticos por grupo de WhatsApp denominado "CB e região".

Na ocasião, foi apurado que uma pessoa se passando por "Samuel" (codinome falso), convencia as potenciais vítimas a comprar e efetuar o pagamento por meio do Pix para a conta do estelionatário verdadeiro. No entanto, após o pagamento realizado, as vítimas perdiam totalmente o contato com o falso vendedor e eram bloqueadas.

Com base nas informações levantadas, foram iniciadas as investigações no sentido de descobrir a autoria dos fatos e a Polícia Civil constatou que o beneficiado tinha mais seis registros de Boletins de Ocorrências no Estado do Tocantins com os mesmos autores e modus operandi.

Diante dos indícios e elementos probatórios obtidos, foram pedidas as prisões dos envolvidos no caso, as quais foram deferidas pela Justiça da Comarca de Campos Belos.

Os policiais civis cumpriram dois mandados de busca e apreensão durante a ação integrada e prenderam os dois suspeitos que seriam os executores dos crimes e beneficiários dos depósitos e transferências feitas pelas vítimas.

Já presos, os dois investigados foram encaminhados para a Central de Atendimento da Polícia Civil em Porto Nacional, onde foram ouvidos no inquérito policial de Campos Belos e em outros do Estado do Tocantins, e ficaram recolhidos na Unidade Penal da cidade.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.