Receptação

Fazendeiro é preso após comprar quase 30 cabeças de gado furtado por R$ 80 mil

Ele possui um açougue na cidade de Crixás e foi preso por receptação.

Por Redação 3.518
Comentários (0)

15/09/2021 17h33 - Atualizado há 2 anos
Gado já foi devolvido ao verdadeiro dono

Vinte e oito cabeças de gado furtadas no dia 28 de agosto de uma fazenda localizada no município de Sucupira do Tocantins foram recuperadas pela Polícia Civil.

Os animais estavam em uma fazenda que fica entre os municípios de Crixás e Santa Rita do Tocantins. Na ocasião, um homem de 48 anos, proprietário do imóvel, foi preso em flagrante pelo crime de receptação de animais.

Segundo o delegado Joadelson Rodrigues Albuquerque, as investigações sobre o furto foram iniciadas logo depois que a vítima informou que 34 cabeças de gado haviam sido subtraídas de sua propriedade rural. A fazenda fica a cerca de 20 km de distância da área urbana do município de Sucupira.

“Com base no relato da vítima e também de posse das características dos animais, montamos uma força-tarefa, que envolveu policiais civis de Sucupira, Aliança, Santa Rita e Gurupi, no sentido de encontrar o paradeiro do gado furtado”, disse o delegado.

Na terça-feira (14/9), as investigações apontaram que o gado estaria em uma fazenda na zona rural entre Santa Rita e Crixás. Os policiais civis foram até o local acompanhados pela vítima e encontraram duas novilhas furtadas.

Com o aprofundamento das diligências, os investigadores identificaram o dono da propriedade rural, que possui um açougue na cidade de Crixás.

Ao ser questionado, o homem admitiu que havia comprado 28 cabeças de gado de um homem conhecido apenas como ‘Formigão’, sendo R$ 8 mil à vista e o restante, mais R$ 72 mil, parcelado em cheques pré-datados, totalizando R$ 80 mil.

O dono da fazenda foi encaminhado à Casa de Prisão de Gurupi. Já o gado foi periciado e restituído ao seu verdadeiro proprietário.  

As investigações continuam a fim de que a Polícia Civil possa identificar os autores do furto dos animais.

Para o delegado Joadelson, a localização e recuperação das 28 cabeças de gado é uma ação muito expressiva, visto que esse tipo de crime tem ocorrido em propriedades rurais do Tocantins com certa frequência.

“A Polícia Civil do Tocantins está atenta e vigilante no sentido de não permitir que esses tipos de crimes proliferam em nosso estado. Para isso, estamos intensificando as investigações no sentido de localizar e efetuar as prisões de pessoas que ainda praticam esse tipo de crime”, disse o delegado. 

Gado estava em outra propriedade rural

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.