Em Porto Nacional

Homem é condenado por matar e queimar corpo de garoto com quem se relacionava

O jovem foi morto com golpes de pedra na cabeça.

Por Redação 3.074
Comentários (0)

15/03/2022 10h11 - Atualizado há 2 anos
Corpo foi encontrado em área de mata em Porto Nacional

O réu André Ferreira de Araújo foi condenado a 16 anos e 6 meses de prisão por matar e atear fogo em David Erick Ribeiro do Nascimento, de 14 anos, em novembro de 2019, na cidade de Porto Nacional (TO). 

De acordo com o Ministéio Público, o autor atraiu David para uma região de mata, próxima ao Setor Imperial, onde o surpreendeu, jogando-o no chão, enforcando-o e, em seguida, desferindo seguidos golpes contra sua cabeça, utilizando uma pedra.

Ao final, o criminoso jogou gasolina e ateou fogo sobre o corpo da vítima, que ficou carbonizado. Segundo a polícia, André Ferreira praticou o crime na companhia de um cúmplice.

A motivação fútil do homicídio teria sido a insatisfação do autor com relação a comentários sobre o relacionamento que ele mantinha com o adolescente.

A acusação foi sustentada pelo promotor de Justiça Breno de Oliveira Simonassi, que integra o Núcleo do Tribunal do Júri do Ministério Público do Tocantins (MPNujuri) do MPTO.

André Ferreira de Araújo foi condenado por homicídio qualificado, após reconhecidas as qualificadoras de crime cometido por motivo fútil, praticado mediante emboscada, com uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e executado com uso de fogo.

 

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.