Polícia Civil

Homem é preso por estupro, cárcere privado e invasão de domicílio da ex-mulher em Araguaína

Prisão ocorreu na tarde desta sexta-feira, após investigações da 3ª DEAM.

Por Redação 563
Comentários (0)

29/09/2023 19h49 - Atualizado há 6 meses
Homem preso acusado de violência contra ex-mulher.

Dando continuidade às ações de repressão e combate a violência doméstica e contra amulher, a 3ª Delegacia de Atendimento à Mulher de Araguaína (3ª DEAM) cumpriu nesta sexta-feira (29/09) um mandado de prisão preventiva contra um homem de 40 anos, investigado por estupro, cárcere privado, violação de domicílio e descumprimento de medida protetiva de urgência.

Conforme a delegada Ana Maria Varjal, a ação que resultou na prisão do indivíduo foi deflagrada logo depois que a vítima se dirigiu à unidade policial informando que seu ex-companheiro estaria descumprindo a medida protetiva de urgência.

Como se não bastasse o descumprimento da ordem judicial, o investigado ainda estaria reiteradamente adentrando a residência da vítima sem autorização, mantendo relação sexual com uso da força e sem consentimento, enquanto a mantinha trancada no quarto restringindo a sua liberdade", disse a autoridade policial. 

Diante do relato gravíssimo dos fatos, a equipe da 3ª DEAM de Araguaína foi mobilizada e rapidamente cumpriu o mandado decretado pela Justiça no setor Jardim Filadélfia, onde o encontrou. Além de ser preso pelos crimes acima mencionados, o investigado possui outro inquérito de estupro em contexto da Lei Maria da Penha em tramitação na 3ª DEAM.

Preso, o homem foi conduzido até a sede da Unidade Especializada onde foi interrogado e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, encaminhado à Unidade Penal Regional de Araguaína, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.  

Segundo a delegada Ana Maria Varjal, a prisão do indivíduo é de suma importância, tendo em vista o contexto dos gravíssimos crimes que estavam sendo reiteradamente praticados contra a vítima. “A Polícia Civil do Tocantins tem envidado todos os esforços no sentido de reduzir drasticamente os níveis de violência doméstica e contra a mulher de um modo geral, e, nesta sexta-feira, conseguimos efetuar a prisão de um homem que demonstrava total desprezo pela lei”, frisou a autoridade policial.

Ao comentar sobre a ação, a delegada Sara Lilian, também da 3ª DEAM, frisou que a Polícia Civil atua constantemente no sentido de identificar, prender e levar à Justiça aqueles que ainda insistem em praticar violência contra a mulher, seja ela de qualquer espécie. “A prisão desse indivíduo, hoje, em Araguaína, demonstra o comprometimento da PC-TO com a investigação desses tipos de crimes que deixam sequelas profundas nas vítimas”, salientou. 

A Polícia Civil orienta que as vítimas e os populares que tiverem conhecimento de fatos envolvendo violência doméstica procurem a DEAM ou qualquer outra unidade mais próxima e denuncie o caso para que sejam tomadas as providências cabíveis no sentido de preservar a integridade física, sexual, patrimonial, moral e psicológica das vítimas.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.