Justiça

Homem que matou irmão esfaqueado pelas costas em Goiatins é condenado a mais de 21 anos

Crime de homicídio aconteceu após uma briga entre os irmãos.

Por Redação
Comentários (0)

11/04/2024 09h55 - Atualizado há 1 mês
O crime aconteceu em junho de 2020

 Notícias do Tocantins - O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Araguaína condenou, na última terça-feira (9/4), Elismar Cardoso Parente a 21 anos, um mês e 15 dias de prisão pelo homicídio qualificado de seu irmão, Eduardo Cardoso Parente. O crime aconteceu em junho de 2020, no município de Goiatins, após uma discussão familiar. 

Conforme consta na denúncia, antes do crime Elismar e Eduardo entraram em briga corporal, mas foram interrompidos com a ajuda de familiares. Não satisfeito, o réu ainda pegou uma arma de fogo e fez ameaças ao irmão, sendo contido mais uma vez pela mãe e pelo outro irmão. 

Após a briga, Eduardo decidiu ir embora. No entanto, enquanto caminhava até seu veículo, Elismar o esfaqueou pelas costas, sem lhe dar chance de defesa. Eduardo foi levado ao hospital de Goiatins, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Devido à periculosidade do réu e à possibilidade desse fator influenciar os jurados, o julgamento foi transferido de Goiatins para a comarca de Araguaína. 

Acusação

Os promotores de Justiça Guilherme Deleuse e Daniel José de Oliveira Almeida, integrantes do Núcleo do Tribunal do Júri (MPNujuri) do MPTO, sustentaram as teses de acusação de homicídio qualificado (cometido por motivo fútil e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima), ameaça e posse ilegal de arma de fogo, todas acatadas pelo Conselho de Sentença.

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.