Polícia Civil

Indiciado pela 2ª vez por furtar picanha e filé em Araguaína, homem responderá a cinco processos

Desta vez, ele tentou furtar dez quilos de filé e picanha avaliados em cerca de R$ 300.

Por Márcia Costa 650
Comentários (0)

12/11/2019 13h30 - Atualizado há 1 mês
Carne que foi furtada

A Polícia Civil do Tocantins concluiu nesta segunda-feira (11) as investigações referentes ao furto de dez quilos de filé e picanha, avaliados em aproximadamente 300 reais, que ocorreu em outubro deste ano em um supermercado de Araguaína.

Segundo a polícia, o crime foi praticado por Robson Morais Oliveira, de 25 anos, que restou indiciado pelo crime. As câmeras de segurança do estabelecimento registraram o momento em que ele entra no supermercado, pega uma lata de leite, vai até o açougue, coloca as peças de carne em sacolas que estavam em seu bolso e paga apenas a lata de leite no caixa.

Segundo a polícia, o jovem afirmou no momento que as carnes estavam pagas, pois elas estavam em sacolas do próprio estabelecimento.

O delegado responsável pela conclusão do inquérito afirmou que o acusado é o mesmo que também cometeu outro furto e acabou preso por seguranças do supermercado ao ser flagrado subtraindo cinco quilos de filé e picanha de um estabelecimento da mesma rede de supermercados, no dia 22 de outubro.

Fora os crimes praticados em outubro do corrente ano, o autor do furto já responde a três processos criminais na Comarca de Araguaína por crimes contra o patrimônio (uma receptação e dois furtos qualificados). O crime de receptação é punido com pena de reclusão de um a quatro anos e multa, enquanto que o crime de furto qualificado tem pena de dois a oito anos de reclusão e multa”, disse delegado Wilson Cabral.

Agora, ele passará a responder a cinco processos criminais. 

+ Jovem flagrado por câmeras furtando picanhas em supermercados pode pegar 12 anos de prisão

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.