Caso solucionado

Justiça arquiva inquérito sobre morte de Wagner Fernandes, irmão da prefeita de Miracema

O servidor morreu após sofrer acidentes domésticos, concluiu a polícia.

Por Redação 654
Comentários (0)

03/03/2021 11h16 - Atualizado há 1 mês
Caso Wagner Fernandes é encerrado

A pedido do Ministério Público do Tocantins (MPTO), a justiça homologou o arquivamento do inquérito policial que investigava a morte do servidor público do município de Dois Irmãos, Wagner Fernandes de Araújo, ocorrido em novembro de 2020. Na ocasião, o servidor foi encontrado desacordado e com vários ferimentos dentro da própria residência.

Wagner é irmão da atual prefeita de Miracema do Tocantins, Camila Fernandes (MDB), a viúva do prefeito assassinado Moisés da Sercon.

A suspeita inicial era de que Wagner teria sido espancado brutalmente, contudo, a perícia técnica e os demais procedimentos investigativos constataram que o servidor sofreu, na verdade, um acidente doméstico devido a um suposto consumo de bebida alcoólica.

“Há nos autos provas subjetivas que o servidor estava caído no centro da cidade e foi socorrido por dois moradores. Em ato contínuo, o homem foi deixado na sua casa e ficou na área do imóvel escorado na parede, em razão de não conseguir caminhar devido ao avançado grau de embriaguez”, ressaltou o delegado Hismael Athos, da 6ª Divisão de Repressão ao Crime Organizado (6ª DEIC de Paraíso do Tocantins).

Após a análise do inquérito, o MPE decidiu solicitar o arquivamento por entender que não há provas para sustentar eventual ação penal. O arquivamento do caso já foi homologado pela justiça.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.