Araguaína

Justiça expede mandado de prisão preventiva contra professor acusado de estuprar menina de 5 anos

Por Redação AF
Comentários (0)

16/06/2016 15h04 - Atualizado há 2 meses
O juíz da 1ª Vara Criminal de Araguaína (TO), Francisco Vieira Filho, acatou, no dia 08 de junho de 2016, a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) e decretou a prisão preventiva do professor Rodrigo Alves Silva, 25 anos, por estupro de vulnerável. Silva é acusado de abusar sexualmente de uma criança de cinco anos, que seria sua aluna na Escola Municipal Domingos Sousa Lemos, localizada no Bairro Jardim das Flores. Na denúncia, feita no dia 18 de abril,  a mãe da criança relatou que a menina apresentou mudanças comportamentais e passou a se recusar a ir à escola. Após se queixar de dor na região genital, afirmando que teria levado um tombo na escola, a menina teria sido levada pela mãe à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Setor Araguaína Sul, onde foi constatada a lesão na genitália. A menina teria então relatado à médica e à mãe que o professor a teria violentado. A equipe da UPA acionou o Conselho Tutelar, que acompanhou a menina para a realização de uma outra consulta, no Hospital Regional de Araguaína (HRA). O médico que a atendeu também confirmou que havia lesões na região genital da criança, com infecção, pigmentos de sangue e secreção. De acordo com as investigações, num primeiro depoimento, as duas colegas citadas pela menina como testemunhas do crime negaram ter presenciado o ocorrido. Já numa segunda oportunidade, na presença de suas mães, as duas teriam descrito em depoimento as circunstâncias  em que teria se dado o estupro em consonância com as informações prestadas pela vítima. Constam nos autos que, segundo elas, o professor dava uma aula de recreação quando as levou para uma 'salinha'. Chegando ao local, determinou que as outras duas meninas ficassem sentadas em um banco e levou a vítima para outro lado. A vítima narrou que "após deixar suas colegas em uma sala ao lado, retirou suas roupas e as dele também, oportunidade em que deitou sobre si e penetrou". A seguir, a menina relatou que "durante o ato, sentiu dor, chorou, mas não gritou, porque o professor colocou a mão em sua boca". Assim que o caso foi denunciado, ainda em abril, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou através de nota que o professor foi afastado de suas funções até a conclusão das investigações policiais, além disso informou que foi instaurado Processo Administrativo Disciplinar para apurar os fatos, bem como ouvindo todos os funcionários da unidade. A Polícia Civil (PC) já efetuou diligências no sentido de dar cumprimento ao mandado, mas Silva não foi localizado e é, portanto, considerado foragido.

Comentários (0)

Mais Notícias

Aragominas

Jovem que degolou homem bêbado causava pânico no norte do Estado, diz polícia

A vítima foi assassinada na segunda-feira (12) após passar o final de semana ingerindo bebida alcoólica.

Prisão

Sedutoras, mulheres pediam carona para roubar caminhoneiros no norte do Estado

As mulheres já são conhecidas pela prática criminosa e usam todas as artimanhas.

Araguaína

Homem é preso duas vezes tentando furtar o mesmo supermercado em Araguaína

Dois comparsas também foram presos em flagrante dando cobertura para o furto.

Aragominas

Homem é preso suspeito de aterrorizar e tentar estuprar mulheres no meio da rua

O suspeito disse à polícia que 'galanteava' as mulheres só quando estava bêbado.

Ressocialização

Detentos aprendem a fazer blocos de concreto na própria prisão e reduzem pena

Os artefatos, inicialmente, serão utilizados na melhoria da estrutura da unidade.

Em 2017

Homem é preso suspeito de matar o avô da esposa a pauladas após discussão

O crime teria sido motivado em razão de supostos maus-tratos que a bisneta estaria sofrendo.

Barra da Grota

Seciju tenta identificar celular utilizado para filmar homenagem a bandido morto

O vídeo mostra vários supostos integrantes do PCC reunidos no Presídio Barra da Grota em homenagem ao criminoso.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.