Nova Olinda

Mãe que permitiu estupro da filha de 12 anos, padrasto e namorado são indiciados no Tocantins

Segundo as investigações, o estupro ocorreu quando a adolescente tinha apenas 12 anos de idade.

Por Redação 2.415
Comentários (0)

19/09/2019 14h37 - Atualizado há 2 semanas
Caso ocorreu em Nova Olinda

Mãe, padrasto e o então namorado de uma adolescente foram indiciados pela Polícia Civil pelo estupro da garota em Nova Olinda, norte do Tocantins. Se condenados, a pena total deles poderá chegar ao patamar de 15 anos de prisão.

Segundo as investigações, no fim do ano de 2018 e início do ano de 2019, quando tinha apenas 12 anos de idade, a adolescente iniciou um relacionamento amoroso com um homem de 26 anos.

Na época, os pais da jovem não tinham conhecimento do caso, descobriram depois e não concordaram inicialmente, mas acabaram aceitando o namoro. Eles ainda autorizaram a adolescente a morar com um homem numa chácara em Nova Olinda, onde os dois tiveram relações sexuais por diversas vezes.

Segundo o delegado Luís Gonzaga da Silva Neto, a adolescente retornou posteriormente para casa com receio de haver alguma responsabilização criminal contra o namorado ou seus pais.

Mas a mãe dela já havia registrado um boletim de ocorrência na Delegacia de Nova Olinda e também procurou o Conselho Tutelar da cidade, possivelmente arrependida, alegando que a filha tinha saído de casa para morar com um homem sem a sua permissão.

As investigações apuraram que tanto a mãe como o seu esposo concordaram com a ida da vítima para morar na casa do ex-namorado da garota.

A mãe e o padrasto da vítima foram indiciados tendo em vista serem coniventes com os abusos sexuais sofridos pela adolescente, pois autorizaram que ela fosse morar com o namorado, tendo este 26 anos de idade. Os pais, segundo a legislação, tem o dever de cuidado de vigilância com os filhos, dever este violado no caso em tela pelos pais da vítima”, afirmou o delegado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.