Latrocínio

Morte de costureira com requintes de crueldade revolta população no sul do Tocantins

Os moradores da cidade estão revoltados com a brutalidade do crime.

Por Redação 3.591
Comentários (0)

06/08/2020 10h50 - Atualizado há 1 mês
Testemunhas encontraram o corpo da costureira já sem vida no quinta da casa

A costureira Doraci Coelho de Brito, de 60 anos, teve sua residência invadida por um criminoso e foi estrangulada até a morte com um pedaço de fio. O crime brutal e covarde chocou a população do município de Formoso do Araguaia, no sul do Tocantins, nesta quarta-feira (5). Vários pertences da vítima foram levados da casa.

A Polícia Militar agiu rapidamente e, em menos de duas horas, conseguiu prender um homem de 36 anos, principal suspeito de ter praticado o latrocínio.

Segundo informações da polícia, os militares identificaram o suspeito com base em informações e características repassadas por testemunhas. Ele foi visto saindo da residência momentos antes de o corpo da idosa ser encontrado no quintal da casa. O autor do crime seria usuário de drogas.

O homem foi preso na casa da própria mãe e estava com o celular da vítima e outros objetos furtados, entre eles um relógio de pulso. Ele também estava com vários arranhões pelo corpo, mas não explicou aos policiais os motivos das marcas.

O crime chocou a população da cidade, pois, tanto a vítima, quanto o autor eram muito conhecidos na cidade.

O socorro foi acionado, mas apenas constatou o óbito da costureira. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Com o suspeito a polícia apreendeu o celular e um relógio da vítima

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.