Fiscalização

Naturatins apreende três caminhões com madeira ilegal e aplica quase R$ 100 mil em multas

Fiscalização foi realizada no período de 10 a 15 de outubro de 202.

Por Redação 604
Comentários (0)

16/10/2023 16h01 - Atualizado há 7 meses
Durante a ação foram aprendidos mais de 146 metros cúbicos de madeira

Uma operação de fiscalização do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) resultou na apreensão de três caminhões com 146,8 metros cúbicos de madeiras serradas em vigotas, caibros, ripas e tábuas. As infrações resultaram na aplicação de multas que totalizaram R$ 96 mil. 

Dos três caminhões, dois foram apreendidos por transportarem madeira sem o Documento de Origem Florestal (DOF) e o outro por transportar madeira em desacordo com o DOF. Neste último, a carga estava com sete metros acima do declarado no documento e, após a retirada do excesso, o veículo foi liberado. No total, a fiscalização lavrou quatro autos de infração, sendo três por transporte ilegal de madeira e um por dificultar o trabalho da fiscalização. 

Realizada no período de 10 a 15 de outubro de 202, a operação teve como foco principal o combate ao tráfico de animais silvestres e o transporte ilegal de madeira no estado do Tocantins. Conforme a Diretoria de Proteção e Qualidade Ambiental do Naturatins, tendo em vista o alto índice de transporte ilegal de madeira com carregamentos vindos do Pará, as ações de fiscalização serão intensificadas.

Nesta última operação, as equipes de fiscalização atuaram nos municípios de Paraíso do Tocantins, no Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-153; Caseara, na rodovia TO-080; Araguacema, na rodovia TO-348; Guaraí, no Posto da PRF na BR-153; Couto Magalhães, na rodovia TO-236; em Pau D’Arco, na rodovia TO-230; e em Palmeiras, no Posto da PRF na BR-226.

As equipes de fiscalização do Naturatins contaram com o apoio fundamental para o desenvolvimento da operação das equipes da Polícia Rodoviária Federal de Paraíso, Guaraí e Palmeiras e com o apoio dos agentes ambientais da Área de Proteção Ambiental (APA) Ilha do Bananal/Cantão.

 

Fiscalização será intensificada devido ao aumento do tráfico de madeira, especialmente do Pará
Apreensões geraram um total de R$ 96 mil em multas
Operação contou com o apoio de equipes da PRF e de agentes ambientais da APA Ilha do Bananal/Cantão

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.