Operação

PF mira suspeito de armazenar mais 600 imagens de pornografia infantil em Araguaína

Polícia foi alertada sobre 672 imagens/vídeos de conteúdo de abuso sexual infantil.

Por Redação 1.474
Comentários (0)

13/10/2021 09h43 - Atualizado há 1 semana
Operação apreendeu celulares, CDs e HD de computador

A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira (13/10), a Operação Velar, que visa apura a divulgação de imagens e vídeos que contenham cenas de sexo explícito ou pornográfica envolvendo crianças ou adolescentes na cidade de Araguaína e região.

Nesta fase da investigação, foi dado cumprimento a um mandado de busca e apreensão em Araguaína expedido pela Justiça Estadual do Tocantins. A polícia apreendeu na casa do suspeito celulares, CDs e HD de computador.

A operação faz parte de um trabalho permanente de investigação é decorrente de cooperação técnica e investigativa entre a Polícia Federal e National Center for Missing and Exploited children (NCMEC) que reportou a ação de um usuário residente em Araguaína que armazenou cerca de 672 imagens/vídeos de conteúdo de abuso sexual infantil.

O objetivo da busca e apreensão é colher elementos de prova que identifiquem outras pessoas envolvidas na transmissão e armazenamento de imagens e vídeos de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.

O nome da operação faz referência ao compromisso institucional da Polícia Federal em permanecer vigilante em reprimir crimes de armazenamento e compartilhamento de vídeo e imagens contendo abuso sexual envolvendo criança ou adolescente via internet

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.