Operação Mrãiwe

PF prende 3 pessoas e apreende caminhão com madeira extraída de terra indígena no Tocantins

Operação realizada na terra Indígena Xerente, em Tocantínia.

Por Redação
Comentários (0)

13/11/2023 07h18 - Atualizado há 6 meses
Operação da PFTO contra extração de madeira ilegalmente.

A Polícia Federal deflagrou, na madrugada deste domingo (12/11), uma operação com o objetivo de reprimir o desmatamento de floresta nativa localizada na Terra Indígena Xerente, no município de Tocantínia (TO).

A ação contou com o apoio da Polícia Militar do Tocantins e da FUNAI. 

Durante a operação Mrãiwe, que significa mata bonita, foram presas três pessoas e apreendidos um caminhão e o carregamento de madeira extraída ilegalmente da terra Xerente, além de um veículo utilizado como “batedor” durante o transporte da madeira.

Os presos foram indiciados pela prática dos crimes de desmatamento ilegal, receptação qualificada e associação criminosa, previstos, respectivamente, nos artigos 50-A da Lei 9.605/98, 180, §1º e 288, ambos do Código Penal, cujas penas, somadas, podem atingir 15 anos de reclusão.

A operação foi denominada 'MRÃIWE', uma tradução livre do dialeto Xerente, que significa Mata Bonita.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.