Luís Carlos

Polícia divulga retrato falado de suspeito de estrangular e matar servidor público em Palmas

O servidor foi encontrado morto na própria casa em 22 de maio. O suspeito nunca foi encontrado.

Por Redação 4.547
Comentários (0)

01/10/2019 17h13 - Atualizado há 2 meses
Suspeito de matar o servidor

A Polícia Civil do Tocantins divulgou o retrato falado do principal suspeito do homicídio do servidor público Luís Carlos Carmo Coelho, 51 anos. Ele foi encontrado morto em sua residência, em Palmas, com sinais de estrangulamento em 22 de maio.  

De acordo com o delegado Guido Camilo Ribeiro, com base em imagens de câmeras de segurança em que a vítima foi filmada junto com o suspeito, a equipe de papiloscopia do Instituto de Identificação chegou a um registro aproximado do perfil do suspeito do homicídio.

As imagens dos circuitos de câmera de segurança por onde a vítima esteve em companhia deste homem até o momento sem identificação nos levam a crer que ele é o principal suspeito do homicídio”, afirmou.

O delegado também que, segundo testemunhas, o suspeito tem uma tatuagem meio apagada em um dos braços.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito teria fugido após o crime com o automóvel da vítima e, de posse do cartão e dados bancários do servidor, teria feito compras em torno de R$ 5 mil.

Guido Camilo informou ainda que os pagamentos foram realizados nas cidades de Palmas, Colinas e em Araguaína, onde o automóvel da vítima teria sido abandonado três dias depois do crime. “Pedimos que este retrato falado seja divulgado nos veículos de comunicação e também em grupos de WhatsApp para que possamos localizar o suspeito”, disse o delegado.

+ Servidor público é encontrado morto com sinais de estrangulamento em Palmas

 

Vídeo

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.