Palmas

Policial da Paraíba morre após ser baleado por militar do Tocantins durante confusão em bar

Soldado da PMTO se apresentou na delegacia, prestou depoimento e foi liberado.

Por Redação 3.484
Comentários (0)

15/04/2024 17h21 - Atualizado há 1 mês
Soldado Eltas Max Barbosa da Nobrega, de 33 anos

Notícias do Tocantins - O policial militar do estado da Paraíba que foi baleado durante uma confusão em um bar na madrugada desta segunda-feira (15) morreu no início da tarde no Hospital Geral de Palmas (HGP). A vítima é o soldado Eltas Max Barbosa da Nóbrega, de 33 anos. Ele pertencia ao Batalhão de Operações Especiais (BOPE), que divulgou nota de pesar lamentando a morte.

“Exemplo de dedicação, zelo e afeto pela Corporação, o soldado Eltas sempre estará presente em nossas lembranças. Os nossos sinceros e profundos sentimentos a familiares e amigos”, declarou o BOPE da Paraíba.

O comandante-geral da PMTO, Coronel Márcio Antônio Barbosa, também expressou seus sentimentos à família do soldado. "Diante desta irreparável perda, estendemos nossas mãos solidárias aos familiares e à coirmã paraibana, com palavras de conforto e apoio, em meio a este momento de profunda dor e consternação", escreveu em nota de pesar.

Briga com soldado do Tocantins

O autor dos disparos é outro militar, o também soldado Antônio Ezequiel de Souza Santos, de 24 anos. Ele entrou na PM do Tocantins no último concurso, há dois anos, e atualmente está lotado no Batalhão de Choque. O tiro foi disparado com uma arma institucional.

Antônio Ezequiel se apresentou na delegacia durante a manhã e depois de ser ouvido, foi liberado para responder em liberdade. Durante depoimento, ele alegou que estava no bar, quando quatro indivíduos chegaram e um deles lhe atacou com um soco no rosto.

“[...] quando um segundo indivíduo veio em sua direção para agredi-lo o comunicante sacou sua arma (pistola institucional) e efetuou um disparo contra ele. Sendo que na sequência os outros indivíduos sacaram suas armas e apontaram na direção do comunicante”, diz o relato feito à Polícia Civil.

Após a confusão Antônio Ezequiel saiu do local e disse que só depois soube que os indivíduos eram policiais militares. Ele também alegou que não houve qualquer discussão anterior que motivasse a agressão do primeiro indivíduo e que não conhecia nenhum dos envolvidos.

A Polícia Militar (PM) foi chamada por volta de 3h30 para atender a ocorrência. Quando chegaram ao bar, o soldado de 33 anos já havia sido socorrido por amigos e levado para o Hospital Geral de Palmas.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios (DHPP). Os PMs da Paraíba estavam no Tocantins participando de um curso. 

NOTA DA PMTO

"É com profundo pesar que a Polícia Militar do Estado do Tocantins expressa seus mais sinceros sentimentos à família enlutada pelo falecimento do Soldado da Polícia Militar da Paraíba Eltas Max Barbosa da Nóbrega, ocorrido neste dia 15/04, em solo tocantinense. Diante desta irreparável perda, estendemos nossas mãos solidárias aos familiares e à coirmã paraibana, com palavras de conforto e apoio, em meio a este momento de profunda dor e consternação.

Neste momento de dor e despedida, rogamos a Deus que conceda forças à família e amigos para superar este momento de luto, encontrando conforto na certeza de que o amor e as lembranças compartilhadas perpetuarão a memória do policial militar e irmão de farda Eltas Max Barbosa da Nóbrega para sempre em nossos corações.

Márcio Antônio Barbosa de Mendonça - Coronel PM
Comandante-Geral da Polícia Militar do Tocantins
Secretário de Estado"

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.