Em São Salvador

Professor investigado por abusar de duas crianças em Goiás é preso após fugir para o Tocantins

Ele é suspeito de abusar sexualmente de duas irmãs em Aparecida de Goiânia.

Por Redação 602
Comentários (0)

21/11/2023 09h34 - Atualizado há 6 meses
Professor foi preso em São Salvador.

Um homem de 53 anos, apontado como sendo autor de abusos sexuais praticados contra duas irmãs na cidade de Aparecida de Goiânia (GO), no início desse ano, foi preso nesta segunda-feira (20/11) em São Salvador do Tocantins.

A prisão foi realizada em conjunto pela 7ª Delegacia Regional de Gurupi (7ª DRPC), com apoio de agentes da 96ª Delegacia de Polícia Civil de Palmeirópolis e da 8ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (DEIC - Gurupi). 

Conforme o delegado regional Joadelson Rodrigues Albuquerque, a ação faz parte da operação Hórus e foi realizada em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça da Comarca de Aparecida de Goiânia, onde os crimes são investigados. 

Segundo ele, após levantamentos, as equipes da 7ª Delegacia Regional obtiveram informações de que o investigado estaria escondido na região de São Salvador.

O professor da rede municipal de Aparecida de Goiânia, além dos estupros praticados contra duas irmãs de 6 e 9 anos, também é investigado pelo crime de armazenamento de registros fotográficos e vídeos de cenas de conteúdo pornográfico de crianças e adolescentes.

“De imediato, mobilizamos as equipes policiais e, já no início da tarde de hoje, conseguimos localizar o indivíduo e dar fiel cumprimento ao mandado de prisão”, disse a autoridade policial. 

Conivência da mãe das vítimas

Segundo o apurado, os crimes eram praticados com a conivência da mãe das crianças que facilitava o contato do investigado com as vítimas, possivelmente em troca de vantagem financeira. Os crimes foram descobertos depois que o pai das crianças recebeu fotos onde o suspeito, a mãe e também as crianças aparecem nús. 

Por conta de seu envolvimento com os crimes, a mãe das crianças teve a prisão preventiva decretada e foi capturada. No entanto, ao saber que era investigado, o homem fugiu de Goiás e se refugiou no Tocantins, onde foi localizado e preso nesta segunda-feira. 

Conduzido até a sede da 96ª DP, o professor foi submetido aos procedimentos legais cabíveis e posteriormente recolhido à Cadeia Pública de Palmeirópolis, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Aparecida de Goiânia, cidade para onde deve ser transferido em breve. 

“A prisão desse suspeito é de grande relevância, pois ele é investigado por crimes gravíssimos contra a dignidade sexual de duas crianças. Desse modo, a Polícia Civil do Tocantins, mais uma vez cumpre seu papel constitucional de investigar, prender e colocar à disposição da Justiça, para que ele agora possa responder pelos delitos que é suspeito de praticar”, frisou o delegado Joadelson.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.