Na região sudeste

Senador Irajá e esposa sofrem grave acidente na TO-050; motorista morre preso às ferragens

Acidente ocorreu na TO-050, na manhã desta quarta (26).

Por Redação 10.106
Comentários (0)

26/10/2022 12h02 - Atualizado há 1 ano
Carro do senador ficou completamente destruído

O senador do Tocantins Irajá Abreu (PSD) sofreu um grave acidente de trânsito na manhã desta quarta-feira (26) em Arraias, na região sudeste do Tocantins. De acordo com a Polícia Militar, o veículo em que ele estava capotou várias vezes na TO-050.

O motorista do parlamentar, Sidney Buciano Neto, conhecido como Alemão, morreu preso às ferragens do veículo. No carro também estava a esposa do político, Milena Beatriz Sens Silvestre, que ficou ferida. Eles estavam a caminho de Brasília.

O acidente aconteceu por volta de 10h30 na altura do km 406. A principal suspeita é de que o motorista teria perdido o controle da direção no trecho da rodovia onde há uma descida e uma curva perigosa. Outros acidentes já foram registrados no local.

O veículo desceu uma ribanceira com mais de 10 metros de altura, capotou várias vezes e ficou destruído. Irajá ficou com a esposa no colo às margens da rodovia enquanto aguardava a chegada do socorro.

O senador teve ferimentos leves. Já a esposa dele foi socorrida com graves ferimentos e foi levada para Brasília em uma UTI aérea.

Conforme a senadora Kátia Abreu, que é mãe do parlamentar, Irajá fraturou uma costela e a esposa dele teve o pulmão perfurado. 

“O carro capotou na curva e caiu numa ribanceira. Milena foi jogada para fora do carro e ficou no asfalto. Irajá subiu a ribanceira sozinho procurando a Milena quando viu que não estava dentro do carro. Alemão ficou preso nas ferragens agonizando até falecer. Estamos abalados psicologicamente com o acidente, disse a senadora.

Irajá foi candidato ao governo do Tocantins nas Eleições 2022 e ficou em 4º lugar na disputa.

Senador Irajá com a esposa.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.