Em Colmeia

Suspeito de abusar sexualmente de criança de 12 anos é preso em parque de exposições

Ele vinha cometendo os abusos há mais de um ano.

Por Redação 644
Comentários (0)

12/05/2022 09h02 - Atualizado há 5 dias
Suspeito foi preso em Colmeia, após cumprimento de mandato de prisão.

A 45ª Delegacia de Colméia cumpriu a prisão de um homem de 54 anos, nesta quarta-feira (11), suspeito de estuprar uma criança de apenas 12 anos. Ele foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça, por volta das 20h40, quando estava no Parque de Exposições da cidade. 

Segundo o delegado João Luís Jucá, para atrair a menor e cometer os abusos, o homem disponibilizava seu aparelho de telefone celular para que a menina brincasse, bem como lhe oferecia doces e dinheiro em troca de favores sexuais.

“Para abusar da menor, o homem dava dinheiro a ela, entregando quantias que variavam de R$ 20 a R$ 50. Posteriormente, o indivíduo levava a criança para um dos quartos de sua residência onde cometia os abusos sexuais”, explicou o delegado. 

As investigações apontaram ainda que, em outras oportunidades, o investigado abusava da menor tocando em suas partes íntimas e dizia para ela não contar a ninguém o que acontecia. De acordo com a polícia, ficou constatado que esses fatos ocorriam há mais de um ano, sendo que o suspeito utilizava dos mesmos artifícios para atrair a criança e abusá-la sexualmente.

Ainda conforme o delegado João Luís, os fatos somente foram descobertos porque a mãe da menor flagrou um dos momentos em que o autor acariciava e agarrava sua filha, levando os fatos ao conhecimento da Polícia Civil, que, de imediato iniciou as investigações. Com a confirmação dos fatos, a autoridade policial representou, junto ao Poder Judiciário pela prisão do homem, a qual foi deferida e cumprida nesta quarta-feira.

Após ser preso, o suspeito foi conduzido à sede da Delegacia de Colmeia, e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, encaminhado à Cadeia Pública local, onde está à disposição do Poder Judiciário.

De acordo com o delegado João Luís Jucá, a ação da Polícia Civil foi de grande importância, uma vez que o suspeito preso estava cometendo crime hediondo e violando a dignidade sexual de uma criança. 

“A prisão desse indivíduo põe fim a um ciclo de abusos e que tinham como vítima uma criança que era atraída com pequenas quantias em dinheiro, mas acabava sendo violentada”, finalizou o delegado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.