Climatologia

Volume de chuva no Tocantins ficará abaixo do esperado nos últimos três meses do ano

Por Redação AF
Comentários (0)

23/10/2017 15h31 - Atualizado há 1 mês
O período chuvoso no Tocantins parece demorar cada vez mais para começar.  Essa sensação é causada devido à variabilidade climática, como explica o professor e meteorologista José Luiz Cabral, do Núcleo Estadual de Meteorologia e Recursos Hídricos (Nemet/RH) da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins). “Cada ano é diferente em termos pluviométricos (chuvas), quanto em termos térmicos (temperatura). Não existem anos iguais”.  O pesquisador ainda ressalta que, na nossa história climática, o início do período chuvoso realmente varia, mais tarde ou mais cedo, mas sempre em média a partir da segunda quinzena de outubro. Apesar das chuvas pontuais que vêm caindo em todo o Estado ao longo dos últimos 15 dias, a climatologia para o trimestre de outubro, novembro e dezembro sugere que o volume para esse ano seja abaixo do esperado em uma comparação média com os últimos 30 anos. A baixa expectativa no volume de chuvas afeta principalmente a produção agrícola, como o plantio da soja e do milho safrinha, que pode ser prejudicado. O meteorologista destaca que ainda que, no Tocantins, a estiagem prolongada afeta principalmente a região Sudeste, devido à seca dos rios. As chuvas foram poucas ou nenhuma na região nos últimos dias. O pesquisador faz parte do Núcleo Estadual de Meteorologia e Recursos Hídricos (NEMET/RH), que desenvolve trabalhos de monitoramento climatológico e disponibiliza à sociedade, via internet, a previsão do tempo para os 7 dias da semana para todos os 139 municípios do Tocantins e a previsão do clima para 3 meses de todas as regiões do Tocantins.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.