Liberou!

Após enquete popular, prefeito publica decreto liberando praias de Pedro Afonso

Município diz que vai fiscalizar excesso.

Por Joselita Matos
Comentários (0)

24/07/2021 09h10 - Atualizado há 1 mês
Prefeitura liberou praias para banhistas

Depois de uma enquete realizada através das redes sociais, a Prefeitura de Pedro Afonso liberou a temporada de praia nos rios Sono e Tocantins, mas ressaltou que todos devem seguir as normas sanitárias com relação à pandemia. 

Após consultar à comunidade, via enquete, e repassar ao Comitê Local de Combate ao Covid-19, a maciça opinião pela liberação do acesso aos rios, decidiram por permitir banhos sem aglomerações”, afirmou a prefeitura nas redes sociais.

Conforme a prefeitura, "tal ação se deu em virtude da redução dos casos de Covid-19 na cidade e por confiarmos na população pedroafonsina, que tanto se orgulha das belezas naturais existentes, que manterão o distanciamento orientado pelos protocolos de Saúde”.

Veja mais

Com belas praias, Pedro Afonso faz enquete e deixa o povo decidir sobre temporada

Decreto

O prefeito Joaquim Martins Pinheiro Filho publicou o Decreto nº 679/2021 nesta sexta-feira (23) e considerou alguns pontos para que a comunidade possa “aproveitar” as praias durante esta temporada e também para evitar aumento do número de casos de Covid na cidade. 

De acordo com o documento, foi considerado estudos conduzidos por pesquisadores espanhois integrantes do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), cujo relatório resultante atesta que a transmissão da Covid-19 (coronavírus) pela água é pouquíssimo provável, “vez que, conforme tal pesquisa - e ao que tudo indica - o efeito de diluição constitui fator que provavelmente contribui para a diminuição da carga viral e sua inativação”. 

O prefeito ainda considerou que a cidade é um polo turístico amplamente reconhecido e cujo potencial turístico já pressupõe a presença de banhistas rio afora, “invariavelmente, por mais de vedações e restrições impostas”. 

Pinheiro Filho ainda ressaltou que o decreto não efetivou a temporada de praias ou liberação generalizada, mas “única e exclusivamente de permissão aos acessos aos rios do município”.

Normas para banhistas e turistas

No decreto, ficou especificado que os acessos aos rios terão controle de fluxos de pessoas e de descidas de veículos, além de barreiras sanitárias nesses locais.

A prefeitura ainda informou que continua proibida a permanência de quaisquer tipos de veículos nas rampas, conforme Lei 126/2010. E especificou que as embarcações deverão ter somente 50% em sua lotação.

Também proibiu tendas, acampamentos ou armações para comércio e também por parte de particulares. Para os barqueiros e pertencentes a algum tipo de associação, a prefeitura esclareceu que devem fazer um cadastro na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a qual vai encaminhá-los para a Secretaria de Saúde, e, assim, liberar o fluxo dessas pessoas nos acessos aos rios.

O decreto está aqui.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.