Eleição

Araguaína elege conselheiros para mandato de 4 anos; candidato mais votado obteve 2.188 votos

Em Araguaína, 44 candidatos disputavam as 10 vagas para conselheiros titulares.

Por Redação 6.516
Comentários (0)

07/10/2019 07h43 - Atualizado há 1 semana
Resultado da eleição para conselheiro tutelar de Araguaína

Milhões de eleitores foram às urnas neste domingo (6) em todo o Brasil para escolha dos conselheiros tutelares que serão empossados no dia 10 de janeiro de 2020 e atuarão até o fim de 2023. 

Em Araguaína, 46 candidatos disputavam as 10 vagas para conselheiros titulares e 10 para suplentes. Havia 13 locais de votação na cidade e o resultado final foi conhecido horas depois do encerramento, que ocorreu às 17h.

A votação foi considerada tranquila e cada eleitor poderia votar em até três candidatos. Foram registrados 28.378 votos válidos. “Não houve denúncia de boca de urna, foi uma votação calma e exemplar”, afirmou. a diretora de Proteção Básica do Município e vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araguaína (CMDCA), Eidila Augusta Mesquita.

O Conselho Tutelar é um órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado de zelar pelo atendimento da criança e do adolescente com direito ameaçado ou violado.

No Município de Araguaína existem dois conselhos tutelares, com área de competência correspondente a cada uma das duas regionais administrativas, cada qual conta com cinco membros titulares.

VOTOS

O candidato mais votado foi o atual conselheiro Fernando de Jesus, com 2.188 votos, o que corresponde a 7,71% do total, inclusive superando a votação do vereador mais votado na última eleição, em 2016, que foi Terciliano Gomes (PDT), com 2.134 votos. 

O processo seletivo

O conselheiro tutelar eleito terá o mandato referente ao quadriênio 2020/2023 com salário mensal de R$ 2.184,90, com carga horário de 40 horas semanais e dedicação exclusiva. O processo seletivo está previsto para finalizar em 20 de dezembro deste ano, com a publicação no Diário Oficial da nomeação dos conselheiros. A diplomação e posse dos eleitos está prevista para 10 de janeiro de 2020.

Cronograma da Eleição
 
06 a 09/10 - Interposição de Recursos contra a Votação e Apuração;   
 
30/10 - Publicação da homologando do resultado definitivo do processo e proclamação dos eleitos;
 
Novembro - Formação básica aos conselheiros tutelares eleitos e suplentes (44 horas);          
 
20/12 - Publicação no Diário Oficial e afixação no mural do CMDCA da nomeação dos conselheiros;
 
10/01/2020 - Diplomação e posse dos eleitos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.