Desde 2019

Araguaína já aplicou 43% do empréstimo de 54 milhões de dólares; CAF vistoria obras e elogia

Mais de 50% das obras previstas já estão concluídas, segundo a prefeitura.

Por Redação 716
Comentários (0)

24/10/2023 09h18 - Atualizado há 7 meses
Técnicos da CAF analisaram os serviços de canalização da Av. Governador Siqueira Campos

Em Araguaína, oito obras concluídas e outras sete em execução foram vistoriadas pelos técnicos da CAF  - Cooperação Andina de Fomente do Banco de Desenvolvimento da América Latina e Caribe, na última semana. Em reunião com a presença do prefeito Wagner Rodrigues, secretários e servidores municipais, os executivos aprovaram a prestação de contas e o pedido de prorrogação do prazo do contrato de financiamento com a prefeitura por mais três anos.

O Projeto de Saneamento Integrado Águas de Araguaína está com mais de 50% das obras concluídas. “Araguaína é a Amazônia que funciona, que concilia desenvolvimento econômico com preservação ambiental”, afirmou o executivo da CAF, Diego Vettori.

Durante as visitas, os técnicos da CAF analisaram os serviços de canalização da Av. Governador Siqueira Campos, que, quando finalizada, será a maior obra de infraestrutura urbana da história da cidade, com 2,5 km de extensão, iniciando na Via Norte, na região central, cruzando os setores Jardim Goiás, Noroeste, Vila Rosário e Setor Couto Magalhães até a Avenida Castelo Branco, e depois seguindo até os setores Universitário e Vila Norte.

Benefícios e aplicação dos recursos

Dentre as obras de infraestrutura completas entregues para a comunidade, estão a 1ª etapa da Via Norte, Avenida 1º de Janeiro, setores Morada do Sol 3, Ana Maria, Itaipú, Xixebal, Jardim Vitória e Tocantins.

“Nós temos avançado ano após ano com a execução das obras do projeto, que geram benefícios econômico, como a geração de empregos, além de proporcionar qualidade de vida, melhorias e transformações que são visíveis para os moradores e visitantes que imediatamente enxergam o potencial de investimento na cidade, a melhor do Estado para se investir”, falou o prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues.

Conforme o relatório de prestação de contas do Município, até setembro de 2023, a execução dos serviços do projeto Águas de Araguaína utilizou 42,86% do financiamento obtido junto à CAF, o que corresponde a R$ 122.590.282,90. E a prefeitura custeou 72% da contrapartida prevista para as obras, totalizando R$ 39.499.395,61. O valor total do empréstimo foi de 54,9 milhões de dólares.

Principais desafios de execução

O projeto foi iniciado em 2019 e o diretor Geral da Unidade  de Gerenciamento de Projeto (UGP), Cid Forghieri, comentou sobre os principais desafios vivenciados.

“São obras grandes, complexas e muito importantes para a cidade. E até a sua conclusão, interferem temporariamente na vida dos moradores, mas trazem benefícios equivalentes e permanentes para todos os moradores de Araguaína. Durante a pandemia tivemos que renegociar alguns contratos, fato que demandou tempo e dedicação da equipe”, explicou Cid.

Próximas entregas e procedimentos

Para os próximos meses, estão previstas a inauguração das obras dos setores Alaska, Jardim América, Itatiaia e Avenida Campos Elísios, que já estão mais de 90% concluídas. A prefeitura também já contratou as empresas para execução das três bacias de detenção do Córrego Neblina, localizadas nos futuros parques Nascentes do Neblina, além das obras de desassoreamento do Córrego São Benedito, preservação e recuperação da área.

Durante a vistoria, uma das orientações da CAF para o Município foi sobre os processos de licitação, licenciamentos e indenizações e desapropriações de imóveis particulares. “É um período de adiantar todas as providências administrativas para começarmos 2024 com mais obras em andamento, darmos sequência e concluirmos o projeto dentro do prazo estabelecido”, informou o executivo, Diego Vettori.

 Em reunião com a presença do prefeito Wagner Rodrigues, secretários e servidores municipais, os executivos da CAF  aprovaram a prestação de contas e o pedido de prorrogação do prazo do contrato de financiamento com a Prefeitura por mais três anos

A prefeitura também já contratou as empresas para execução das três bacias de detenção do Córrego Neblina, localizadas nos futuros parques Nascentes do Neblina 

Os técnicos da CAF também visitaram a Reciclarte para conhecer os trabalhos feitos na cidade com o reaproveitamento dos resíduos sólidos 

Com 2,5 km de extensão, a Av. Siqueira Campos inicia na Via Norte, na região central, cruzando os setores Jardim Goiás, Noroeste, Vila Rosário e Setor Couto Magalhães até a Avenida Castelo Branco, e depois seguindo até os setores Universitário e Vila Norte. 
 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.