Agressão

Atleta tocantinense acusa o próprio pai de agressão: 'não vou deixar você sair impune'

A mãe da jovem chegou a registrar o caso como desaparecimento.

Por Nielcem Fernandes 3.243
Comentários (0)

12/06/2020 10h33 - Atualizado há 5 meses
Atleta de Palmas faz parte da Seleção Brasileira de Karatê

A atleta tocantinense da Seleção Brasileira de Karatê, Millena Muralha, 21 anos, divulgou um vídeo nas redes sociais relatando que foi espancada pelo próprio pai, o servidor público Márcio Orione Alves Feitosa, 42 anos.

No vídeo, a carateca conta que foi atingida com socos e chutes. "Eu fui espancada. Meu pai me espancou, me chutou no chão (sic)”, relatou a atleta aos prantos.

A jovem disse ainda que precisou de atendimento médico em razão das agressões. “Fui para o hospital, fui na delegacia e isso não vai ficar assim, não vai. Você vai pagar, não vou deixar você sair impune dessa", desabafou a atleta no vídeo que está circulando nas redes sociais desde a manhã desta sexta-feira (12). (veja no fim da matéria)

ENTENDA

De acordo com a mãe da atleta, a jovem e o pai discutiram na noite de quarta-feira (10) depois que Millena e o namorado foram à casa dele. A mãe confirmou que pai e filha entraram em vias de fato durante a confusão.

Logo após a discussão, a jovem voltou para casa com o namorado, mas saiu em seguida numa motocicleta. Preocupada com o sumiço da filha, a mãe da jovem chegou a divulgar o caso como desaparecimento.

Contudo, a atleta foi encontrada recebendo atendimento médico na madrugada desta quinta-feira (11) em um hospital particular de Palmas. A mãe da atleta informou que já foi registrado um Boletim de Ocorrência contra o pai dela.

A reportagem não conseguiu entrar em contato com o pai da carateca. O espaço segue aberto.

VÍDEO

Vídeo

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.