Vandalismo

Centenas de novos contêineres de lixo já foram vandalizados em Araguaína; prefeitura faz apelo

16 foram totalmente quebrados, cinco queimados e 252 tiveram as tampas quebradas.

Por Redação 886
Comentários (0)

04/06/2024 09h20 - Atualizado há 1 mês
Lixeira destruída após ato de vandalismo.

Notícias do Tocantins –  Desde o início das instalações, em janeiro deste ano, a Prefeitura de Araguaína já contabiliza mais de 330 contêineres de lixo vandalizados. Foram 16 totalmente quebrados, cinco queimados, 252 tiveram as tampas quebradas e em 65 deles as ferragens foram furtadas.

Ao todo, o Município já instalou 1.200 unidades em locais estratégicos do centro e nos bairros com o objetivo de contribuir com a limpeza pública e colocar à disposição da população mais uma opção de coletor para despejo do lixo doméstico.

O engenheiro ambiental da Secretaria da Infraestrutura, Lucas Vinícius, informa que a movimentação indevida dos contêineres é um dos pontos de preocupação do poder público. “Os locais onde eles estão instalados foram previamente planejados para atender a comunidade da melhor forma possível e facilitar a coleta do lixo e manutenção. Quando as estruturas são movidas, geram diversos transtornos”, explicou.

Locais específicos

A retirada dos contêineres dos locais designados pela prefeitura gera problemas, como bloqueios no trânsito, quando as estruturas são colocadas na rua. “Os contêineres devem ficar nos canteiros centrais ou nas calçadas e só devem ser movidos provisoriamente se representarem um obstáculo para os pedestres”, reforça o engenheiro.

O que pode e o que não pode?

Os contêineres são preparado para receber apenas lixo doméstico, como resíduos orgânicos devidamente embalados, embalagens, garrafas pet, frascos de leite, produtos de limpeza, itens de higiene pessoal, entre outros resíduos gerados no dia a dia pelos cidadãos.

É proibido o descarte de oleosos, como filtros de óleo, graxas e solventes, resíduos de construção civil, eletrônicos, galhadas, móveis, remédios, lixo hospitalar, pilhas e baterias.

Prejuízos patrimoniais e ambientais

O custo para substituição ou manutenção dos contêineres danificados é significativo, pois há necessidade de fazer a substituição de peças e ferragens, ou a reposição total do equipamento. A Secretaria da Infraestrutura alerta também que a vandalização com fogo nos contêineres gera o risco de um incêndio maior, além da fumaça tóxica liberada, que impacta diretamente os moradores mais próximos e polui o meio ambiente.

Canais para denúncias

Em casos de vandalismo, depredação, furto e movimentação indevida de contêineres, a população pode fazer a denúncia nos telefones:

Secretaria de Infraestrutura: (63) 3412-5572 (em caso de movimentação indevida)
Guarda Municipal: 153 (em caso de vandalismo e furto)

Para ficar por dentro de tudo o que acontece na região, não deixe de conferir nossa categoria de notícias de Araguaína. Lá você encontrará as últimas novidades, eventos importantes e muito mais sobre essa vibrante cidade.

Outro container foi destruído por incêndio criminoso.
Outro container danificado por ato de vandalismo.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.