Situação crítica

Com 2.306 pessoas desabrigadas, prefeito decreta calamidade pública em São Miguel

Tocantins está com 2.587 desalojados.

Por Redação | Conteúdo AF Notícias 612
Comentários (0)

17/01/2022 10h43 - Atualizado há 5 meses
São Miguel tem mais de dois mil desabrigados pelas cheias do Rio Tocantins

As cheias dos rios que cortam o Tocantins continuam causando prejuízos para muitas famílias em várias cidades. Em São Miguel do Tocantins, município mais afetado, a situação continua crítica e o número de desabrigados aumentando. O prefeito Alberto Moreira decretou estado de calamidade pública. São 2.306 pessoas desabrigadas em toda a cidade.

Quem está fazendo o cadastro das pessoas desabrigadas são os agentes de saúde que conhecem a realidade. Na última quinta-feira (14) eram 1.906 pessoas desabrigadas e, de acordo com o último boletim, neste domingo (16) já haviam 2.306 pessoas”, afirmou o prefeito.

“Nós já calculamos de problemas de infraestrutura cerca de 3 milhões de reais de desastres, com estradas vicinais cortadas, pontes que caíram, pontes sem acesso. Já decretamos estado de calamidade porque a situação não é fácil e precisamos do apoio dos congressistas para que eles possam alocar recursos para nossa cidade” concluiu.

BOLETIM DEFESA CIVIL

De acordo com o boletim divulgado pela Defesa Civil estadual nesta segunda-feira (17), são 2.587 pessoas desalojadas em 15 municípios, a maioria na região norte do estado. 

Ainda segundo a Defesa Civil, outras 245 pessoas estão desabrigadas nos municípios de Araguanã, Formoso do Araguaia, Itaguatins, São Miguel, Rio dos Bois e Pedro Afonso (não constam os dados atualizados da prefeitura da Prefeitura de São Miguel).

As pessoas desalojadas estão nas cidades de Araguanã, Dois Irmãos, Esperantina, Miranorte, Paranã, Rio dos Bois; Pedro Afonso; Tupirama; Tupiratins; Palmeirante; Bom Jesus; São Sebastião; São Miguel; São Sebastião, Sampaio e Itaguatins.

O monitoramento mais de perto continua em 32 municípios, mas todas as regiões com problemas causados pelas enchentes e inundações também estão sendo acompanhadas por órgãos estaduais e municipais..

Equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil estão atuando nesta segunda-feira em quatro municípios das regiões Centro-Oeste e Bico do Papagaio, porém com possibilidade de atender municípios vizinhos do extremo norte do estado, ou aqueles onde houver necessidade, com equipes em prontidão.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.