Uso individual

Compartilhar capacete aumenta risco de contágio do coronavírus, explica médica de Araguaína

O serviço de transporte de passageiros em mototáxi segue suspenso.

Por Redação 899
Comentários (0)

20/04/2020 18h07 - Atualizado há 7 meses
Mototáxi

A norma que proíbe os motociclistas de carregar capacete extra nas ruas de Araguaína entrou em vigor nesta segunda-feira (20).

Além de uma atitude para prevenir o novo coronavírus (covid-19), a determinação pretende evitar o transporte regular ou irregular de passageiros para que se cumpra a suspensão do serviço de transporte de pessoas por mototáxi.

“Essa é uma medida temporária para que possamos evitar o contágio do coronavírus. No caso dos usuários de motocicletas que precisam transportar seus familiares, recomendamos que cada pessoa da família adote seu próprio capacete e realize a higienização necessária”, explicou o diretor da Agência de Segurança, Transporte e Trânsito (ASTT), Fábio Astolfi.

Riscos do capacete compartilhado

O uso compartilhado do capacete pelos usuários de motocicletas é um grave fator de risco para a disseminação da covid-19, segundo o que aponta os especialistas em saúde.

De acordo com a médica infectologista Carina Amaral Feriani, a recomendação é o uso individual do objeto. “Existe um grande risco de contaminação pelo compartilhamento do capacete, já que, por meio da respiração, em caso de uma pessoa contaminada, o vírus permanece ali presente no interior do objeto, sendo facilmente transferido para outra pessoa, por isso a orientação é não compartilhar”, explicou.

Ainda segundo a infectologista, outra situação que pode ser responsável pela transmissão do vírus é o contato entre o passageiro e o condutor da motocicleta. “Além do capacete dividido entre pessoas, temos outra situação de risco que envolve os motociclistas, que é a questão do distanciamento entre os ocupantes da moto. Não existe a possibilidade de se ter o distanciamento mínimo exigido, que é de dois metros, o que deixa ainda em maior estado de atenção o uso desse meio de transporte”, explicou Carina.

Mas, como para muitas pessoas a motocicleta é o único meio de transporte, a médica infectologista orienta que o transporte de passageiros seja realizado somente entre pessoas do mesmo convívio familiar.

Higienização do capacete

Outra recomendação é quanto aos cuidados com a higienização do capacete individual. “Manter o capacete limpo é essencial nesse período em que devemos evitar a propagação do coronavírus, portanto, após o uso, borrife água sanitária ou álcool 70% no interior do objeto e espere estar bem seco para utilizar novamente”, concluiu a médica.

(Adriana Santana)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.