Novo grupo

Covid-19: Araguaína inicia vacinação de obesos e pessoas de 45 anos com comorbidades

A imunização será realizada com a primeira dose da vacina Astranezeca/Fiocruz.

Por Redação 841
Comentários (0)

18/05/2021 16h44 - Atualizado há 2 anos
Vacina estará disponível nas UBS, exceto nas unidades que fazem atendimento exclusivo de covid-19

A Prefeitura de Araguaína incluiu novo grupo de prioridades na vacinação contra o coronavírus. A partir dessa quarta-feira (19), poderão ser vacinadas pessoas com idade de 45 a 59 anos com comorbidades, obesos e pessoas com diagnóstico de câncer.

A diretora de Imunização da Secretaria da Saúde, Samilla Braga, informa que a vacinação segue agora como grupo prioritário as pessoas com 45 a 59 anos com comorbidades, pessoas com deficiência permanente entre 45 a 59 anos de idade, pessoas com mais de 18 anos que sejam portadoras de síndrome de Down, doença renal em diálise, pessoas com HIV, obesos e oncológicos. A diretora alerta também aos idosos com mais de 60 anos que ainda não foram imunizados a procurarem o serviço o quanto antes.

“Com relação às deficiências permanentes será usada a opção ‘cadastrado ou não’, no BPC (Benefício de Prestação Continuada). Precisa comprovar deficiência, mas se não estiver cadastrado, não vai deixar de ser vacinado”, orientou a profissional.

A imunização, que será realizada com a primeira dose da vacina Astranezeca/Fiocruz, estará disponível nas UBS (unidades básicas de saúde), exceto nas unidades que fazem atendimento exclusivo de covid-19: Dr. Raimundo Gomes Marinho (Setor Maracanã), Albeny Soares (Setor Couto) e José de Sousa Rezende (Setor Alto Bonito).

Com relação à segunda dose Astranezeca/Fiocruz, o público-alvo poderá ir até o Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma na Via lago, das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas.
 
Comorbidades

As comorbidades consideradas em Araguaína são diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos, hemoglobinopatias graves, obesidade e cirrose hepática.

O paciente precisa apresentar laudo ou relatório médico especificando claramente sua comorbidade.

No ato da vacinação, será necessário apresentar, além do laudo médico, RG, CPF e cartão de vacinação.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.