Araguaína

Dimas alerta para fase de transmissão local do coronavírus em Araguaína e novas medidas restritivas

Os dois primeiros casos contraíram a doença durante viagem a Maceió (AL).

Por Redação 4.607
Comentários (0)

31/03/2020 07h47 - Atualizado há 1 mês
Homem de 27 anos que esteve com a primeira paciente durante viagem recebeu resultado positivo

Após ser confirmado o 2º caso do novo coronavírus em Araguaína, nesta segunda-feira (30), o prefeito Ronaldo Dimas (Podemos) informou que este é o primeiro alerta de que a cidade entrará em breve na segunda fase epidemiológica da doença.

A nova fase da covid-19 é de transmissão local, quando pessoas que não viajaram para o exterior ou para outros estados ficam doentes, ou seja, há transmissão autóctone, mas ainda é possível identificar o paciente que transmitiu o vírus, geralmente parentes ou pessoas de convívio social próximo.

Os dois primeiros casos foram diagnosticados em um casal que viajou para Maceió (AL), com 26 e 27 anos de idade. Outro casal que esteve com eles na viagem testou negativo.    

Nesta terça-feira (31), dezenas de órgãos e instituições vão se reunir para discutir o atual cenário da doença em Araguaína, inclusive os impactos econômico e social, bem como deliberar novas medidas para enfrentamento da pandemia.

"A reunião com entidades de classes e autoridades nesta terça-feira será também para definirmos as medidas restritivas que serão adotadas na cidade", disse o prefeito.

Desde o início da pandemia, a prefeitura publicou vários decretos seguindo às orientações das autoridades em saúde e permitiu o funcionamento de parte do comércio com restrições. 

Para evitar

Locais de alimentação devem manter espaçamento mínimo entre mesas de dois metros e no máximo seis cadeiras por mesa, sendo terminantemente proibida a venda e o consumo de bebida alcoólica. Já os de embelezamento ter espaçamento mínimo de dois metros entre cadeiras de atendimento e atender exclusivamente com hora marcada, com permanência de apenas um cliente em espera.

Esses devem adotar medidas para diminuir as chances de contágio, como disponibilizar álcool 70 graus INPM líquido ou em gel para funcionários e clientes, evitar superlotação do espaço físico interno, manter distanciamento, além de divulgar informações sobre a prevenção. Também precisam criar mecanismos para manter os ambientes arejados e saudáveis.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.