Brasília

Diretoria do Hospital Dom Orione participa de reunião com ministra da Saúde e sai otimista

Mais de 60% dos atendimentos do HDO são destinados a usuários do SUS.

Por Redação 689
Comentários (0)

13/01/2023 09h43 - Atualizado há 1 ano
Reunião da CMB com a nova ministra da Saúde Nísia Trindade

Na tarde de quarta-feira (11/01), o diretor presidente do Hospital Dom Orione, Padre Bruno Rodrigues, o superintendente executivo, Osvair Cunha, juntamente com uma comitiva da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB), participou de uma audiência com a ministra da Saúde, Nísia Trindade.

A reunião é uma iniciativa da CMB para discutir assuntos emergentes sobre a situação dos hospitais filantrópicos, responsáveis por mais de 50% dos atendimentos de média complexidade do SUS e mais de 70% de alta complexidade em todo o país.

Dentre os assuntos discutidos, esteve a Lei Complementar nº 197/2022, que destina recursos de até R$ 2 bilhões às entidades privadas sem fins lucrativos que prestam serviços complementares ao SUS. De acordo com a Ministra da Saúde, a portaria que trata do recurso será acordada em reunião da Comissão Tripartite Nacional, no dia 26 deste mês.

Além disso, ficou acordado que o setor, por meio da CMB, participará de um Grupo de Trabalho, criado pelo Ministério da Saúde, em busca das soluções para os problemas enfrentados pela rede filantrópica e do incremento de políticas a serem priorizadas no atual governo.

Padre Bruno, que também é presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Estado do Tocantins, avaliou a audiência como positiva. “Percebemos o reconhecimento, por parte da ministra, do importante trabalho realizado pelo setor filantrópico na prestação de serviços de saúde em todo o país. Contamos com o apoio do Ministério da Saúde para que as instituições filantrópicas possam continuar avançando nos atendimentos ofertados à população”, destacou o presidente.

Filantropia

O Hospital Dom Orione é uma instituição filantrópica credenciada no Sistema Único de Saúde (SUS) como entidade beneficente de assistência social com a finalidade de prestação de serviços na área da saúde. Mais de 60% dos atendimentos são destinados a usuários do SUS. Dentre as especialidades atendidas pelo SUS, destacam-se a Obstetrícia, a Neonatologia e a Cirurgia Cardíaca. Pelo SUS, também são realizados outros atendimentos, como cirurgias diversas, exames e serviços de diagnóstico e terapia.

(Por Rodrigo Martins / Ascom Hospital Dom Orione)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.