Novo aumento esse mês

Energisa diz que 'estiagem e bandeira vermelha' aumentaram preço da energia; novo aumento já está em vigor

Por Redação AF
Comentários (0)

04/07/2017 08h14 - Atualizado há 1 mês
O período da estiagem e bandeira vermelha foram as razões apontadas pela Energisa para justificar o incompreensível aumento no preço da energia elétrica no Estado do Tocantins. A empresa se manifestou após o deputado federal César Halum solicitar à Aneel que enviei técnicos para fiscalizar o aumento abusivo. O povo está revoltado com aumentos que ultrapassam 100% em muitos casos. Um novo aumento entrou em vigor hoje, 4 de julho. Segundo a Energisa, impactou no valor final pago pelos clientes, nos últimos meses, a chegada do período de estiagem. "A chegada do calor afeta diretamente a variação do consumo de energia por causa do uso prolongado de aparelhos de refrigeração como condicionadores de ar, geladeiras, bebedouros, freezers e ventiladores", disse. Ainda segundo a empresa, aliada a essas questões, em maio vigorou a bandeira tarifária vermelha (patamar 1), com custo de R$ 3,00 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos, outro fator que também impactou no valor total da fatura. A Energisa afirmou que [apenas] o mês de abril foi atípico e levou à redução da tarifa, de forma pontural, em 9,85%. Isso ocorreu em função da revisão de valores pagos a mais pelo consumidor no ano passado relativo à geração de energia da usina de Angra 3, em movimento determinado pela agência reguladora do setor. Em função disso, os outros meses não devem ser comparados a abril. A nota diz que a empresa está à disposição de seus clientes para esclarecer qualquer dúvida por meio dos seus canais de atendimento ou de forma presencial em uma de nossas agências. MAIS UM REAJUSTE No último dia 4 de julho, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um novo reajuste para os consumidores, que será de 5,50% para clientes residenciais, rurais e comerciais, que correspondem a 99%, dos consumidores. Segundo a Energisa, no processo de Reajuste Tarifário Anual, a Aneel promove um reajuste na tarifa vigente a fim de corrigir seu valor pelo índice de inflação acumulado no último ano. Além disso, nesse processo a Aneel aplica um fator de ajuste que visa compartilhar com seus consumidores o ganho de eficiência obtido pela empresa e, com isso, diminuir o impacto do índice de reajuste anual. A Energisa disse que "segue rigorosamente" as regras estabelecidas no contrato de concessão, assim como as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que regem o setor. VEJA MAIS... http://afnoticias.com.br/tecnicos-da-aneel-podem-vir-ao-tocantins-fiscalizar-abuso-no-preco-da-energia-eletrica/ http://afnoticias.com.br/energia-eletrica-do-tocantins-ficara-mais-salgada-a-partir-de-julho-com-reajuste-de-77/

Comentários (0)

Mais Notícias

ASTT

Mais de 220 veículos apreendidos em Araguaína serão leiloados em novembro

Segundo o edital, todos os veículos estão na modalidade circulação e foram recolhidos durante operações de fiscalização.

Protesto

Moradores plantam pés de banana no meio de rua esburacada no norte do Estado

Moradores também reclamaram do atraso nas obras de pavimentação.

Trânsito

Acidente em rotatória mata jovem e deixa outro gravemente ferido em Palmas

Moradores reclamam que não há iluminação e a sinalização é precária na rotatória.

Notícias falsas

TSE vai anunciar medidas contra fake news após tensão entre Haddad e Bolsonaro

A semana que passou foi tensa, pois Haddad acusou Bolsonaro de estar por trás do esquema.

Concurso PM

Por requisição do MPE, PM vai apurar falhas no concurso para soldado e oficial

Cerca de 16 candidatos são acusados de fraudar as provas para o concurso da PM do Tocantins

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.