Araguaína

Ex-motorista do transporte escolar denuncia suposto desvio de recursos ao MPE e Procuradoria do Trabalho

Por Redação AF
Comentários (0)

10/06/2016 08h20 - Atualizado há 2 meses
Um ex-motorista do transporte escolar municipal de Araguaína (TO) fez graves denúncias junto à Procuradoria Regional do Trabalho e à Promotoria de Defesa do Patrimônio Público relatando um suposto desvio dos repasses dos pagamentos efetuados pela Prefeitura de Araguaína aos prestadores de serviço. O denunciante, Antônio dos Reis Pereira dos Santos, afirma que há anos prestava serviço ao Município e o problema teria iniciado quando os motoristas foram surpreendidos pela contratação da Associação dos Transportadores de Escolares do Nível Fundamental, Médio e Superior do Estado do Tocantins (ATEC), com sede em Gurupi. A partir da contratação da associação, o denunciante afirma que os cerca de 70 motoristas trabalham na informalidade, sem qualquer vínculo empregatício com a associação ou o Município. Ele alega ainda a falta de transparência nos processos, pois nenhum dos prestadores de serviço sabe o valor repassado pelo Município para pagamento dos motoristas. "Suspeita-se de que a referida verba está sendo desviada, uma vez que o salário dos motoristas não é pago de forma transparente", diz o Termo de Declarações do MPE. "Galinha dos ovos de ouro" Ainda de acordo com a denúncia, alguns servidores chegaram a receber mensalmente a quantia de apenas R$ 700, valor inferior ao salário mínimo - que não cobre os custos de manutenção do veículo e combustíveis - mesmo tendo uma jornada de trabalho diária de até 14 horas.  Ele afirmou ainda que, em determinada ocasião, ao tentar conversar com o presidente da ATEC, teria ouvido dele que associação seria sua "galinha dos ovos de ouro". Outra reclamação refere-se à falta de assistência da associação aos motoristas, além do que não assegura nenhum direito trabalhista, tampouco possuem relação empregatícia. Inclusive, segundo a denúncia, os motoristas seriam constantemente ameaçados de perderem os postos de trabalho. O outro lado Ao AF Notícias, o secretário de Educação Jocirley de Oliveira esclareceu que o contrato é vantajoso para o Município, pois paga à Associação um valor bem inferior à média de mercado. Adiantou também que esse ano não haverá reajuste no preço. “Não temos como pagar um centavo a mais”, disse. Quanto ao valor pago à Associação, o secretário disse que oscila conforme o mês, pois depende da quantidade de dias letivos. Em média, varia de R$ 550 mil a R$ 650 mil mensais. O Município paga o km/rodado do ônibus escolar a R$ 3,96 e da Kombi, R$ 1,58. O dinheiro é repassado à Associação que, por sua vez, paga os motoristas. “Não temos despesa nenhuma com esses veículos. Combustíveis e manutenção são por conta deles. Os motoristas precisam também ter curso específico para transporte escolar. Os veículos são monitorados eletronicamente para não ter problemas na contagem da quilometragem e a empresa passa todo mês um relatório da quilometragem rodado com aluno”, explicou Jocirley de Oliveira. O secretário não soube informar qual a margem de lucro da Associação e nem o valor repassado aos motoristas. Segundo ele, somente a Associação possui esses dados. Procuramos fazer contato com a ATEC, mas sem sucesso. O espaço está aberto.

Comentários (0)

Mais Notícias

Palmas

BMW fica completamente destruída após pegar fogo na Avenida Teotônio Segurado

A BMW ficou completamente destruída após o incêndio. Ninguém ficou ferido.

Violência

Adolescente de 15 anos é morto com três tiros durante assalto no sul do Estado

O menor foi atingido por três disparos na cabeça e no tórax.

Acidente

Mulher tem perna esmagada por veículo após acidente em cruzamento de Palmas

Testemunhas disseram que a motociclista tentou atravessar a Teotônio quando foi atingida

Álcool e direção

Motorista bêbado invade a contramão, colide e mata motociclista na TO-080

Com o impacto da batida, moto e condutor foram arremessados cerca de 30 metros.

Perigo

Crianças são arrastadas por enxurrada enquanto banhavam em córrego de Palmas

Os garotos tomavam banho no córrego quando foram surpreendidos pela força da água.

Engavetamento

Ônibus perde freios e provoca engavetamento na principal avenida de Araguaína

O engavetamento envolveu um ônibus, um veículo de passeio e um caminhão de pequeno porte.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.