Setor Noroeste

Ginásio com obra paralisada há nove meses acumula lixo e perigo em Araguaína

A placa com o anúncio da reforma foi colocada ainda em setembro de 2018.

Por Márcia Costa 1.076
Comentários (0)

24/05/2019 08h30 - Atualizado há 3 semanas
Morador denuncia obra parada há nove meses

A obra de reforma do ginásio poliesportivo do setor Noroeste, em Araguaína, está parada há nove meses, segundo moradores. O local que já deveria estar reformado e sendo usado pela comunidade virou abrigo para usuários de drogas e moradores de rua.

A placa com o anúncio da reforma foi colocada ainda em setembro de 2018, destacando um investimento de mais de R$ 381 mil, recurso proveniente do FNDE/Governo Federal e Secretaria Estadual de Educação e Esportes (Seduc). Na época, a secretária da pasta, Adriana Aguiar, assinou a ordem de serviço.

Conforme a placa, a obra seria concluída em 180 dias. A empresa que venceu a licitação foi a Martin Construção e Engenharia Ltda.  

Segundo os moradores, a reforma vai trazer muitos benefícios para as comunidades dos setores Noroeste, Couto e Itapuã. “A quadra de esportes está parada há 15 anos. Duas licitações para recursos foram feitas e a reforma deveria ter sido concluída depois que a verba saiu, mas até agora nada", disse Dennis Fernando, presidente da associação de moradores.

Além da obra parada, lixo e mato alto estão por toda parte. “Olha o perigoso que essa quadra tem representado para a população. Obra parada, lixo com água parada e mato, que pode gerar uma queimada a qualquer hora", afirmou Maria do Socorro, dona de casa.

A reportagem procurou o Governo do Estado para saber se há previsão de retomada da obra e aguarda retorno.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.